Compartilhamentos

O desrespeito à faixa de pedestre ocorre em muitos cruzamentos e avenidas da capital, mas na Rodovia Duca Serra o potencial para um acidente de grandes proporções é ainda maior por conta da velocidade dos veículos. No início da tarde desta terça-feira, 10, por pouco um acidente grave não aconteceu. Mesmo assim a colisão deixou uma carreta danificada, uma picape parcialmente destruída e a motorista do carro menor ferida.

PASSAGEIRO DA PICAPE, Mário Jorge

PASSAGEIRO DA PICAPE, Mário Jorge

O acidente aconteceu por volta de 12h30. Uma picape parou na faixa de pedestre em frente à entrada de uma faculdade, próximo da Lagoa dos Índios. O problema é que a carreta que vinha atrás e com grande velocidade não fez o mesmo. “Ele vinha rápido de demais. Paramos na faixa porque pessoas iam atravessar e o semáforo estava fechado”, comentou ainda nervoso o professor Mário Jorge, passageiro da picape. A esposa dele, que dirigia o veículo no momento da colisão, foi levada para o Hospital de Emergência com ferimentos leves.

Desrespeito à faixa de pedestre por pouco não causa tragédia na Rodovia Duca Serra

Desrespeito à faixa de pedestre por pouco não causa tragédia na Rodovia Duca Serra

Se a carreta, que pertence a uma transportada capotasse e atingisse outros carros o acidente com certeza teria graves consequências. Mas o choque foi tão grande que a picape foi lançada cerca de 40 metros para frente. “Não é a primeira vez que isso acontece. Tem motorista que para na faixa, mas muitos não”, frisou o ambulante Júlio César de Oliveira, que trabalha exatamente em frente ao local onde o acidente aconteceu.

Caminhão que pertence a uma transporte estava com os documentos irregulares.

Caminhão que pertence a uma transporte estava com os documentos irregulares.

O Batalhão de Trânsito atendeu a ocorrência e descobriu que além de provocar o acidente, a carreta de uma transportadora estava com problemas na documentação. O veículo foi apreendido e o condutor levado para prestar depoimento.

Compartilhamentos