Compartilhamentos

Cálculos e mais cálculos

paulo mendes

Os secretários de Finanças Paulo Mendes (PMM) e Luis Monteiro (CMM) tem passado horas juntos nos últimos dias. E não é pela amizade. Mendes e Monteiro tem debatido sobre qual será o orçamento da Câmara para o ano que vem. O prefeito Clécio Luis (PSOL) encaminhou projeto de lei para os vereadores destinando R$ 16,9 milhões para o Legislativo municipal em 2014. Monteiro tem dito que é preciso reexaminar os cálculos porque houve aumento de receita no fim de 2013, indicando que o orçamento do ano que vem pode estar subestimado. Os vereadores devem votar o orçamento municipal na próxima quinta-feira, 19. A arrecadação deve ultrapassar com boa margem os R$ 500 milhões.

Brasil na mira do Ministério Público

DEP MANOEL BRASIL-1

O deputado estadual Manoel Brasil (PEN) foi denunciado na segunda-feira, 16, ao Tribunal Regional Eleitoral do Amapá por compra de votos na campanha eleitoral de 2010. Junto com ele, o Ministério Público Eleitoral também ofertou denúncia contra o filho do parlamentar, Luis Gustavo Lobato de Paula. O TRE aceitou a denúncia por unanimidade e começou a instruir o processo para tomar o depoimento de testemunhas.

Cestas básicas

De acordo com a assessoria de comunicação do MPE, os crimes foram cometidos durante os três meses que antecederam o dia da votação em 2010. Pai e filho teriam oferecido “vantagens indevidas” a eleitores que votassem em Manoel Brasil, como cestas básicas, cursos de vigilância, dinheiro e kits para bebês às eleitoras grávidas.

Só no aperto de mão

Procurado por SelesNafes.Com, o deputado Manoel Brasil disse que não sabe a quem interessa a denúncia. Segundo ele (que é cardiologista há 35 anos), os votos que recebeu seriam resultado do trabalho social feito com pessoas que sofrem de cardiopatia. “Minha clientela é muito grande e minha campanha se baseia no aperto de mão e reuniões para prestação de contas”, garante. “Agora só resta me defender”, conclui.

 

Emenda conjunta

No ano que vem o governo federal será obrigado a executar as emendas apresentadas por parlamentares ao orçamento da União. De olho nisso, deputados do Amapá juntaram emendas que somam quase R$ 13 milhões. Vai tudo para a prefeitura de Macapá tentar salvar da UTI a rede municipal de saúde.

 

Governo não quer hospital para acidentados

O governador Camilo Capiberibe (PSB) recusou a oferta do deputado Davi Alcolumbre (Democratas) que queria destinar uma de suas emendas para a construção de uma unidade hospitalar exclusiva para acidentados do trânsito. Diante disso, o deputado decidiu distribuir o valor da emenda, mais de R$ 2 milhões, a alguns municípios.

 

A segunda lista

Agora são só seis na disputa pelo desembargo. Dos 12 advogados mais votados na segunda-feira, 16, passaram na sabatina de terça-feira, 17, os seguintes nomes: Paulo Santos (29 votos), Marcelo Porpino (29 votos), Carlos Tork (25 votos), Wagner Gomes (22 votos) e Jâmison Monteiro (18 votos). OAB encaminha a nova lista ao Tribunal de Justiça nesta quinta. Os desembargadores irão escolher de três nomes que serão apreciados pelo governador Camilo Capiberibe.

 

Comportado

Foto: Luiz Caixeta

Foto: Luiz Caixeta

O ex-senador Gilvan Borges (PMDB) decidiu maneirar nas críticas sempre carregadíssimas de ironia ao Governo do Estado. As mensagens que grava duas vezes por semana para veiculação em suas emissoras de rádio agora não usam mais apelidos referindo-se ao governador Camilo Capiberibe. Só reflexões sobre o cotidiano. Na semana passada a Justiça determinou a retirada de algumas mensagens do peemedebista.

Sem punição

Depois de seis pessoas mortas, um corredor de exportação improvisado que espalha pó de minério nas casas dos santanenses, e de um passivo ambiental com derramamento de 3 mil toneladas de minério dentro do Rio Amazonas, a Anglo American (que agora pertence à Zamin) ainda não foi penalizada criminalmente.  Um grupo de políticos tem mexido os pauzinhos para levantar o debate em torno do assunto.

Compartilhamentos