Compartilhamentos

Nova era do manganês?

Explorar manganês Em Serra do Navio voltou a ser viável

Explorar manganês Em Serra do Navio voltou a ser viável

O grupo coreano que possui o domínio acionário da Icomi (não se trata da Icomi original, fundada por Augusto Antunes), está interessadíssimo em iniciar a lavra de manganês em Serra do Navio. No fim da década de 1990, quando a Icomi verdadeira abandonou a exploração, a tecnologia da época e o baixo preço do minério no mercado mundial inviabilizavam a continuação do projeto. Situação bem diferente de hoje, que torna o manganês que restou (uma quantidade gigantesca abaixo do subsolo) bem atraente.

Licitação no trapiche

Madureira acha que as festas de reage no trapiche nada tem a ver com a proposta turística do complexo

Madureira acha que as festas de reage no trapiche nada tem a ver com a proposta turística do complexo

O secretário de Turismo do Estado, Richard Madureira (PT), bateu o pé e não vai abrir mão de fazer uma nova licitação para o Trapiche Elyezer Levi, que está sendo contrato formal de exploração há quase um ano. O comerciante que explora o complexo não pretende sair, principalmente depois dos investimentos que disse ter feito, como pintura, instalação elétrica e outras benfeitorias. O secretário acha que as festas de reage, promovidas pelo comerciante, nada tem a ver com a proposta turística do trapiche.

Ação popular contra terra plena

Advogado Elivaldo Soares agora move ação popular contra o contrato do lixo

Advogado Elivaldo Soares agora move ação popular contra o contrato do lixo

Se depender do advogado Elivaldo Soares, que defendeu os interesses da empresa potiguar Potivias, a novela da licitação da coleta de lixo em Macapá ainda não terminou. Ele ingressou com ação popular contra o contrato, desta vez alegando que a comissão de licitação teve participação de Eduardo Pazzeto, ex-secretário de saneamento de Belém que tem condenação no Pará por favorecimento da Terraplena quando a empresa prestava o mesmo serviço à prefeitura de Belém. O advogado já perdeu em primeira instância, e recorreu ao Tribunal de Justiça. Resta saber se o processo vai parar de novo nas mãos do desembargador Gilberto Pinheiro.

Uma voz do passado

Em entrevista à jornalista Ana Gislene, Jonas Pinheiro disse que não abre mão da cabeça de chapa numa eventual coligação

Em entrevista à jornalista Ana Gislene, Jonas Pinheiro disse que não abre mão da cabeça de chapa numa eventual coligação

O ex-senador Jonas Pinheiro (PTC), pré-candidato ao governo do Estado parecia uma voz de um passado distante ao dar entrevista no programa Café com Notícia, da colega Ana Gislene, na Diário FM. Jonas disse que a candidatura é pra valer e não vai abrir mão da cabeça de chapa pertencer ao partido no caso de uma composição com outra legenda. Ao dizer que o partido está aberto a alianças, informou que a legenda tem espaço para candidatos ao senado, Assembleia Legislativa e a vice-governador. As últimas performances de Jonas em eleições não tem sido boas, incluindo um quarto lugar na corrida pela prefeitura de Mazagão em 2004.

Sem inserções

Se depender das inserções gratuitas, Jonas Pinheiro vai perder uma boa oportunidade de aparecer na televisão. O PTC perdeu todas as inserções do primeiro semestre deste ano. A legenda não comunicou há tempo o Tribunal Regional Eleitoral que o mapa de mídia (o planejamento de inserções e datas de veiculação). Os advogados do partido recorreram, mas perderam por unanimidade. Foram 6 votos a zero.

 

Unifap

Cláudia Chelala tem boa aceitação na comunidade acadêmica, que tem peso menor na votação que ocorre em maio

Cláudia Chelala tem boa aceitação na comunidade acadêmica, que tem peso menor na votação que ocorre em maio

Começou a corrida pela reitoria da Unifap. O atual reitor, José Carlos Tavares, apoia a pró-reitora Eliane Superti. Vai ter pela frente a concorrência com nomes de boa aceitação na comunidade de escolar que também vota no pleito, o da coordenadora do Programa de Pós Graduação da universidade, Cláudia Chelala, esposa de um dos homens fortes da prefeitura, Charles Chelala. A eleição será em maio.

 

Compartilhamentos