Compartilhamentos

Agricultores que utilizam o trem da empresa Zamin Ferrous para o transporte de produtos até a Feira do Produtor de Santana bloquearam o terminal ferroviário santanense. Eles protestam contra a perda da produção em função do atraso no transporte da carga. A interdição aconteceu na terça-feira, 11, e até o início da tarde desta quinta-feira, 13, não houve entendimento entre a empresa e os colonos.

Produtor retira alimentos estragados do caminhão

Produtor retira alimentos estragados do caminhão

Os produtores exigem que a empresa Zamin indenize a produção que seria comercializada na segunda-feira, e que acabou estragada pelo atraso no transporte. Por conta do impasse, os trens de cargas e passageiros da empresa estão sem operar. Os agricultores revoltados impedem qualquer movimentação no Terminal Ferroviário de Santana.

Sem transporte, alimentos não suportaram quase 4 dias

Sem transporte, alimentos não suportaram quase 4 dias

De acordo com a empresa, na segunda-feira, os trens não puderam transitar por conta da perícia policial que estava sendo feita na linha de ferro, na altura da localidade do Cupixi, município de Porto Grande, onde um homem foi encontrado morto na ferrovia. Por conta disso, a empresa contratou caminhões para fazer o transporte dos produtores. Só que esses veículos atrasaram em torno de uma hora, a Feira do Produtor fechou e a produção apodreceu no galpão do Terminal Ferroviário de Santana.

Produtos estão há 3 noites no terminal ferroviário de Santana esperando pelo transporte

Produtos estão há 3 noites no terminal ferroviário de Santana esperando pelo transporte

A Zamin Ferrous enfatizou que quando é responsável direta pelo transporte, tem toda a responsabilidade com passageiros e carga, mas como terceirizou o serviço, a responsabilidade pela indenização seria do dono dos caminhões.

 

Compartilhamentos