Compartilhamentos

Linha Macapá/Cayena

(De azul) Bruno Mineiro articula criação de linha internacional de ônibus

(De azul) Bruno Mineiro articula criação de linha internacional de ônibus

 

Imagina apanhar um ônibus em Macapá e depois de 13 horas de viagem estar em Caiena, capital da Guiana Francesa. O secretário de Transportes do Estado, Bruno Mineiro (deputado licenciado pelo PT do B), estará em Brasília nesta quarta-feira, 5, onde tem audiência na Agência Nacional de Transportes. O objetivo é justamente conseguir autorização para uma linha de ônibus internacional a partir de Macapá, depois, é claro, da abertura da ponte binacional, marcada para junho.

 

Errei

Nova audiência será no dia 17 de março, e não no dia 17 de fevereiro

Nova audiência será no dia 17 de março, e não no dia 17 de fevereiro

 

Será no dia 17 de março, e não no dia 17 de fevereiro como eu disse antes, a última audiência dos processos movidos pelo MP contra os ex-governadores Waldez Góes (PDT) e Pedro Paulo Dias (PP). E dessa audiência ainda não sairá a sentença do caso. Os cinco envolvidos (Waldez, Pedro Paulo e três ex-secretários) terão ainda cinco dias úteis para as últimas considerações, só então será publicada a decisão.

 

Campanha

Agência Revolution, responsável pela imagem do governo, prepara uma mega campanha publicitária para inauguração do estádio Zerão, no dia 15 de fevereiro. O publicitário Walter Júnior tem conversado com três ídolos do futebol amapaense: Aldo, Bira (ambos jogaram no Fluminense) e Jasson (ex-Flamengo), atual técnico do Santos. A ideia é que as peças publicitárias para televisão, outdoors, panfletos e cartazes utilizem as imagens dos três considerados as maiores referências do futebol amapaense.

 

Filme queimado

Deputado Zé Luiz foi criticado pelos colegas de partido em Santana

Deputado Zé Luiz foi criticado pelos colegas de partido em Santana

 

A turma do PT de Santana anda nada contente com o deputado estadual Zé Luis. Tudo porque ele participou do ato de posse de Moisés Souza (PSC) e Edinho Duarte (PP) na mesa diretora da Assembleia Legislativa.

 

Mudanças

Moisés Souza: "As mudanças não significam uma ruptura"

Moisés Souza: “As mudanças não significam uma ruptura”

 

E por falar em Assembleia Legislativa quase tudo mudou nos principais departamentos da Alap. O presidente Moisés Souza (PSC), que ia ser apenas o chefe político da Casa (a gestão ficaria com Michel JK), anunciou o que ele chamou de “mudanças pontuais” na estrutura administrativa. O atual secretário legislativo (Paulo Melém) foi para a Consultoria Geral da Casa, enquanto que o ex-vereador de Santana, Carlos Tork, assumiu a chefia do Gabinete Civil. Houve mudanças também na pasta de Finanças, Setor de Pessoal, Direção-Geral, Comissões Permanentes e Gabinete Militar.

 

Sem ruptura

Ao justificar as mudanças num café da manhã com servidores, o presidente disse que não se trata de romper com a gestão de Júnior Favacho (PMDB), que comandou a Casa durante o afastamento de Moisés e Edinho Duarte. Como na prática o que houve foram remanejamentos, Moisés diz que as mudanças são na verdade uma continuidade com uma outra configuração.

 

Compartilhamentos