Compartilhamentos

A movimentação de Davi

Presidente do Democratas Davi Alcolumbre  (camisa branca) pedindo apoio a lideranças em Macapá.

Presidente do Democratas Davi Alcolumbre (camisa branca) pedindo apoio a lideranças em Macapá.

Quem não está nem um pouco preocupado com a confirmação ou não da candidatura de José Sarney (PMDB) à reeleição é o principal rival dele na campanha deste ano, é o deputado federal Davi Alcolumbre (Democratas). Empolgado com as pesquisas encomendadas pelos mais diferentes partidos, Davi tem colocado o pé na estrada em pré-campanha para o Senado todos os fins de semana. Como presidente do Democratas, ele tem corrido atrás de apoio no interior do Estado e na capital.

 

Afastamento com cafezinho

Apesar da decisão de acompanhar o tratamento da esposa Marly (que rompeu os ligamentos de um dos joelhos), José Sarney (PMDB) também tem se movimentado sem sair do lugar. Explico. Em Brasília, ele tem recebido lideranças do Amapá para cafezinhos e, claro, muito bate-papo sobre a campanha deste ano. Alguns mais entusiasmados ensaiam uma nova campanha “Fica Sarney!”.

 

Opinião com Gilvan Borges

Equipe do ex-senador Gilvan Borges (PMDB) bate cabeça para organizar novas estratégias de ataque ao governo do PSB. A ordem é driblar sem desobedecer a liminar do desembargador do TRE Agostino Silvério, que mandou retirar do ar as últimas edições do programa “Opinião com Gilvan Borges”. A liminar atendeu um pedido do Ministério Público Eleitoral que viu propaganda eleitoral negativa por parte do PMDB.

 

Mais rapidez para desmatar

Pelo projeto de Eider Pena (PSD), licenças ambientais terão que ser expedidas em 90 dias compulsoriamente

Pelo projeto de Eider Pena (PSD), licenças ambientais terão que ser expedidas em 90 dias compulsoriamente

O deputado estadual Eider Pena (PSD) teve aprovado na segunda-feira, 10, projeto de lei que modifica o artigo 10 da Lei 005 de 1994. Na prática, algumas exigências são extintas para que licenças ambientais sejam expedidas em no máximo 90 dias. Eider Pena é produtor rural e lidera na Assembleia um movimento para extinguir a lei que criou a Floresta Estadual do Amapá. Resta saber se o governador Camilo Capiberibe (PSB) vai sancionar o projeto.

 

Situação grave

Segundo a Revista Época, o presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto (PMDB), considera grave a situação do senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) denunciado pelo ex-presidente da Assembleia Legislativa, Fran Júnior (PMDB), como beneficiário de um suposto esquema de propinas durante o governo Capiberibe (PSB). Rodrigues, no entanto, diz que o Conselho não leva as investigações adiante de propósito porque pretende usar as denúncias na campanha eleitoral. No STF o caso foi arquivado.

  

MPF X TJAP

O procurador da República Camões Boaventura quer que o Tribunal de Justiça revogue a liminar que expulsou moradores quilombolas de uma área dentro da comunidade da Lagoa dos Índios, em dezembro passado. Para o MPF, por se tratar de comunidade tradicional com reconhecimento do Incra não caberia à justiça estadual decidir sobre o caso.

 

Mais um na mira 1

 

Mais um ex-prefeito entrou para a lista de ex-gestores processados pelo Ministério Público Federal. A bola da vez é Adiel Ferreira, de Ferreira Gomes. Quando era prefeito, em 2004, a prefeitura recebeu R$ 100 mil do Ministério da Agricultora para a aquisição de uma patrulha mecanizada. Quase sete anos depois, Adiel ainda não havia prestado conta do dinheiro.

 

Mais um na mira 2

Os procuradores calculam que o prejuízo ao patrimônio público foi de cerca de R$ 200 mil, em valores corrigidos. Além disso, Adiel Ferreira também teria gasto indevidamente dinheiro para a compra de ambulâncias. O caso foi um dos muitos investigados pela operação Sanguessuga, da Polícia Federal.

 

 Inusitado

Depois de assaltados, técnicos fizeram mapeamento nas Pedrinhas escoltados por policiais militares.

Depois de assaltados, técnicos fizeram mapeamento nas Pedrinhas escoltados por policiais militares.

Uma equipe do Serviço Nacional de Geologia, ligado ao Ministério das Minas e Energia, foi assaltada enquanto fazia um trabalho de mapeamento geológico em uma encosta no bairro das Pedrinhas. Os bandidos armados levaram de GPS a notebooks dos técnicos. O grupo continuou o trabalho nesta quinta-feira, 6, mas sob escolta da Polícia Militar (foto).

 

Compartilhamentos