Compartilhamentos

Com uma população de aproximadamente 735 mil habitantes, segundo o IBGE, o Amapá desponta como o terceiro estado com maior densidade demográfica dentro dos presídios. De acordo com um levantamento do Ministério da Justiça, o estado tem aproximadamente 2,63 presos para cada vaga dentro do Instituto Penitenciário (Iapen). São mais de 2,5 mil detentos.

 

O Amapá fica atrás apenas de Alagoas, com 2,88 presos por vagas e Pernambuco, com 2,67, sendo que os dois primeiros do ranking têm uma população muito superior, com 3,3 milhões e 9,2 milhões de habitantes, respectivamente.

 

No caso do Amapá e de outros 17 estados, o motivo desse fenômeno é o crescimento de presos acima do investimento na ampliação do sistema penitenciário. De acordo com o Ministério da Justiça, há 317,7 mil vagas para 537,7 presos. Além do Amapá, outros dois estados do Norte estão entre os cinco primeiros: Amazonas, com 2,25 presos por vagas e o Acre, com 2,05 detentos por vaga.

As informações fizeram a Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) reforçar as promessas de que serão abertas mais 300 vagas no sistema prisional do Amapá com a construção de três pequenos presídios. No município de Oiapoque serão abertas 50 novas vagas, e em Laranjal do Jari 200. Outro complexo será construído em Porto Grande com 50 vagas.

No início do ano, a Comissão dos Direitos Humanos da OAB do Amapá entrou no Iapen e encontrou celas superlotadas, além de muita reclamação sobre falta de assistências médica e jurídica.

 

Compartilhamentos