Compartilhamentos

Na madrugada desta quarta-feira, 05, o proprietário de um salão de beleza, no Bairro Santa Rita, foi encontrado morto. A vítima estava sentada em um sofá dentro do salão com um fio de telefone enrolado no pescoço. A polícia acredita que se trata de um latrocínio.

O salão Celebreties By Naldo fica na Rua Santos Dumont, e pertencia a Erinaldo Gomes de Oliveira. O assassinato foi denunciado por uma vigilante do prédio vizinho, que viu a porta do salão aberta e ao entrar viu o corpo no sofá. “Segundo a testemunha não havia movimento no local antes do ocorrido. Ela também informou que não ouviu nenhum barulho que explicasse a bagunça em que o local se encontrava”, explicou o oficial de área do 6º Batalhão, Tenente Vilhena.

Tenente Vilhena, que atendeu a ocorrência, informou que vigilante não ouviu qualquer barulho

Tenente Vilhena, que atendeu a ocorrência, informou que vigilante não ouviu qualquer barulho

 

Do local foram levados um televisor de 42 polegadas, um frigobar, um aparelho de DVD e o carro da vítima, um Siena, motivos que levam a polícia a acreditar em latrocínio. “Ainda não temos suspeitos, mas o veículo foi abandonado em via pública no bairro do Buritizal. Agora as investigações serão feitas para verificar possíveis suspeitos”, acrescentou o tenente.

Para os vizinhos, não havia um motivo aparente para se acreditar em homicídio premeditado. “Ele não falava muito com a vizinhança, mas também não tinha desavenças, falava pouco, mas sempre muito educado”, relatou um vizinho que não quis se identificar.

O corpo foi removido pela Polícia Técnica, mas até o fim da manhã nenhum parente tinha aparecido para fazer o reconhecimento do corpo. Nenhum vizinho também soube informar se Erinaldo Oliveira era amapaense ou se tinha familiares em Macapá.

 

Compartilhamentos