Compartilhamentos

O Departamento de Policia Especializada (DPE), que investiga o caso do menino de 1 ano e 2 meses estuprado pelo padrasto, confirmou no fim da tarde desta quinta-feira, 13, que o estado de saúde da criança é grave. A família, que é extremamente pobre, tem dificuldades para se manter na capital enquanto dura o tratamento da criança. Uma campanha nas redes sociais que pedindo fraldas descartáveis para o bebê.

A criança está internada no Pronto Atendimento Infantil (PAI). “Está muito machucada. O mais grave é a infecção e o derrame pleural. Como o padrasto confessou o ato libidinoso, os médicos pediram exames mais detalhados para solicitar uma cirurgia”, afirmou a delegada Elza Nogueira.  

José Nilton dos Santos Sena já está na penitenciária

José Nilton dos Santos Sena já está na penitenciária

O José Sena de 18 anos, que estava bêbado na hora do estupro, alega que estava possuído. Mas a mãe da criança, Francineide dos Santos, que vivia com ele há três meses, contou em depoimento que José não gostava do garoto por ele ser filho de outro homem.

A polícia investiga se o menino sofreu maus tratos, já que a criança tem vários hematomas pelo corpo. A mãe também será investigada por não ter denunciado o companheiro logo após o crime.

A família é de Itaubal. A mãe e a avó materna estão no PAI acompanhando a recuperação da criança que está sem fraldas, roupas e material de higiene. Quem quiser poderá ajudar entrando em contato com a avó Maria do Socorro, pelo telefone 9101 0687.

 

Compartilhamentos