Compartilhamentos

Carnaval é sinônimo de festa, blocos e desfiles das escolas de samba, preferencialmente regado a bebidas, azaração e muitas fotos nas redes sociais. Mas para muitas pessoas esse momento pode ser desfrutado de outra maneira. São os retiros espirituais, cada vez mais frequentes. E os jovens até se desligam de celulares e outros aparelhos para passar alguns dias de lazer e muito estudo bíblico nos retiros religiosos.

Palestras esclarecem dúvidas sobre comportamento e aspectos importantes da Bíblia

Palestras esclarecem dúvidas sobre comportamento e aspectos importantes da Bíblia

A igreja católica, por exemplo, por meio da Comunidade Shalom, realiza no município de Santana, localizado a 17 quilômetros da capital Macapá, um encontro entre jovens. O Renascer, como é chamado, reúne em seus três dias cerca de duas mil pessoas em torno de atividades como estudo bíblico, gincanas, missas, encontro de casais e danças.

O encontro que já acontece há 19 anos foi iniciado em Macapá, mas logo foi transferido para o município vizinho e reúne por dia cerca de 800 pessoas que buscam outra diversão no carnaval. “O intuito do nosso encontro e reunir jovens e adultos em discussões sobre a vida em sociedade e disseminar as mensagens contra o individualismo que é muito forte em nossa comunidade. Pregando o amor ao próximo”, explicou um dos coordenadores do evento, Alex Carvalho.

Edinaldo Cabral - Consultor de vendas, ao lado filhos Daniel  (maior) e Victor.

Edinaldo Cabral – Consultor de vendas,
ao lado filhos Daniel (maior) e Victor.

Essa é a mensagem buscada pelo consultor de vendas Edinaldo Cabral, que há dez anos comparece ao encontro Renascer levando a família. “Já participo da comunidade Shalom há 14 anos e há uma década participo desse encontro, mas para esse ano trago algo especial, os meus filhos, que pela primeira vez participam do encontro ao meu lado. Agora, espero que eles possam comparecer sempre”, contou o consultor.

Michel Bow- Ctaif - missionário da comunidade Shalom Fortaleza

Michel Bow- Ctaif – missionário da comunidade Shalom Fortaleza

O encontro é dividido em duas partes. “Na primeira as pessoas participam de uma evangelização, uma espécie de apresentação da mensagem que a nossa comunidade trás para que as pessoas conheçam o nosso modo de ver a vida em comunidade, introduzindo-os nas atividades através difusão da palavra de Deus”, descreveu Carvalho.

No segundo momento, as pessoas passam por uma conversação com fiéis que já estão há muito tempo na comunidade. “Após o segundo momento realizamos várias palestras voltadas para à apresentação da Palavra de Deus, que nesse ano faz parte da disseminação da mensagem de amor ao próximo do Papa João Paulo II. Com a mensagem ‘Há mais alegria na Misericórdia’” contou o missionário da comunidade Shalom em Fortaleza, Michel Bow-Ctaif.

Palestra na quadra da Escola Barroso Tostes, em Santana

Palestra na quadra da Escola Barroso Tostes, em Santana

Para as pessoas que estão comparecendo pela primeira vez, as mensagens servem para consolidar o ser humano como ser social e não individualista. Características que levam muitas pessoas a procurar o encontro pela primeira vez. “O que procuro é me sentir mais sintonizada com Deus, e verificar que as pessoas podem sim ter um amor maior pelo seu semelhante. Observando que há um amor entre as pessoas, diferentemente do que vejo todos os dias em meu cotidiano”, comentou a policial militar, Jacqueline Pereira.

Já para a comunidade protestante, os retiros são viagens para localidades distantes das cidades, uma espécie de isolamento do restante do mundo, mas nem sempre é assim. A Igreja Evangélica dos Irmãos, que está com um retiro a menos de 17 quilômetros da capital, em uma escola estadual do Distrito do Igarapé da Fortaleza. Levando muitas brincadeiras, estudo bíblico e uma pequena diferença, o afastamento de aparelhos eletrônicos.

Em retiro evangélico também há tempo reservado para o lazer

Em retiro evangélico também há tempo reservado para o lazer

Pólo aquático no Igarapé da Fortaleza

Pólo aquático no Igarapé da Fortaleza

Essa é a doutrina seguida no encontro que caminha de acordo com o tema “Ser modelo para os de perto”, e reuni 90 jovens de 13 a 22 anos de idade. E a máxima é ser livrar dos bens tecnológicos. “Durante quatro dias eles deixam o celular de lado e realizam atividades esportivas como futebol e natação, estudos bíblicos e muitas mensagens de amor a Deus”, frisou o coordenador, Wendel Trindade.

Alex Carvalho - coordenação do Renascer

Alex Carvalho – coordenação do Renascer

O encontro está sendo aprovado entre os jovens que participam pela primeira vez, como Diogo Furtado de 13 anos, que ficou sabendo do retiro por uma prima. “Essa minha primeira vez no retiro e já penso em voltar no ano que vem, para conhecer gente nova e quem sabe trazer mais amigos para essa confraternização”.

 

Compartilhamentos