Compartilhe

Quem alimenta sua persistência, mata de fome seus medos. Pior que o medo da tentativa ou decepção da derrota, é a vergonha de um ‘quase tentei’. É o “quase” que me faz feliz, é o “quase” que vou, é o “quase” que me entristece, é o “quase” que me magoa, é o “quase” que tento, trazendo tudo que poderia ter sido e não foi, por puro medo de tentar. Mas ainda há tempo de transformar um “quase” em “é possível”.

Quem “quase ganhou” ainda pode continuar jogando, quem quase passou ainda pode continuar estudando, quem quase morreu ainda está vivendo, quem quase amou, não ama, mas poderá vir a amar ou voltar a amar. Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelas frestas da rotina de vida de comodismo, nas chances que se perderam por medo, que foram paralisadas pela ansiedade que foi maior que a vontade, nos projetos que permaneceram na prancheta, porque não adianta ter novos planos se não esquecermos dos antigos medos.

FÉ

Tentar é dar a oportunidade de uma possibilidade dar certo, mesmo sabendo que há chances disso não acontecer. Sonhe, viva e Ame! Pois o amor é perene, paixão é passageira. Sonho é futuro, vontade é o agora. Fé é firme, querer é imediato. Buscar é fazer, comodismo é medo. Derrota é desistir, vitória é prosseguir ! O sonho continuará sendo apenas um sonho, enquanto lhe faltar fé, iniciativa e persistência.

O que nos move adiante? O que nos impulsiona ao desconhecido e auspicioso? o que nos faz persistir diante das adversidades da vida? O que é capaz de transformar as nossas vidas, saindo de uma condição em direção à outra ainda mais desafiadora? O que nos leva a continuar buscando a benevolência no mundo hodierno, enquanto os hebdomadários da vida nos provam o contrário? Isso nos prova que ainda existe dentro de cada um de nós a verdadeira essência inenarrável da palavra “CRER”.

Todos somos unidos em volta dessa palavra “CRER”, independentemente da religião, doutrina, posicionamento filosófico, político ou social, nós devemos crer no que o conhecimento pode fazer, crermos num mundo melhor, crermos no próximo e acima de tudo crermos que podemos mudar essa realidade por meio de nossas atitudes, por meio de nossa FÉ.

Fé, que não nos separa, pelo contrário, nos une . Ter fé nos vincula sensorialmente uns aos outros, e interconectados, simplesmente temos fé. A fé não vê fronteira, não vê gênero, nem vê poder aquisitivo ou condição social, ou nível social, a fé apenas se tem, todos temos, trazemos a fé conosco desde sempre, desde o berço até a morte, ora mais fraco ora mais forte, mas sempre presente. Acreditemos em nossa fé, afinal somos movidos por ela, se até aqui vocês foram capazes de chegar, foi porque vocês foram capazes de exercitá-la.

O escritor da epístola aos Hebreus na Bíblia, nos escreve um conceito, que dentro dos existentes, é o que mais se aproxima do sentido real que essa palavra emana: “a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem”. Hb 11:1”. Comece uma nova caminhada, com novos desafios, com novas metas, com novas aspirações. Você só vai conseguir alcançar seu ideal se tiver : 1)Fé, 2)Iniciativa e 3) Persistência.

A nossa crença não está alicerçada na pragmática empírica, científica e tangível, mas na inefável intangibilidade da fé incondicional em Jesus Cristo. Travamos lutas diárias, algumas vencemos, outras perdemos, mas a derrota só se consolida na desistência, assim como a vitória só se alcança na persistência.

Lute pelos seus ideais, porque as maiores conquistas um dia foram só projetos. As grandes vitórias e feitos um dia foram apenas um sonho, as grandes maratonas começaram com o primeiro passo. Acredite no possível, e do impossível não desista. Não permita que a obumbração das incertezas dilapide seus desígnios. As lágrimas das dificuldades de hoje, regarão as vitórias do amanhã, porque o anteontem de depois de amanhã é o hoje, e não é à toa que ele é chamado de presente, use esse presente, que Deus tem te dado, para transformar o seu amanhã. Não deixe seu sonho ser menor que o seu medo.

Há mais pessoas para te desmotivar nesse mundo do que para te dar apoio, e a desmotivação contagia mais rápido que a motivação, por isso você terá um caminho espinhoso pela frente, mas que tem frutos permanentes, proveitosos e salutares. Só voa alto quem não tem medo de cair, por isso voe alto, não fique só a desejar, voe na direção da conquista, da vitória, suba o mais alto que puder, porque o firmamento é o limite.

Se você conhecesse verdadeiramente suas potencialidades, certamente gastaria mais tempo fazendo que sonhando, e nesse diapasão o Profeta Isaías escreve-nos e nos encorajava no Capítulo 40 e versículo 31: “Mas os que esperam no Senhor, renovarão as suas forças, subirão com asas como águias, correrão e não se cansarão, caminharão e não se fatigarão.” Você deve continuar sendo impulsionado pela determinação da fé, que é o combustível que impulsiona nossos sonhos. Corra em direção à conquista.

Sonhe, comece, persista e vença, e que possamos refletir na profundidade do que está exarado em I Jo 5,4 “Essa é a vitória que vence o mundo, a nossa fé”. A força de um homem não está nos seus músculos, a força de um homem está na sua fé.

Compartilhe