Compartilhamentos

A Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) anunciou na noite desta segunda-feira, 24, o cancelamento da licitação para a compra do helicóptero do GTA. Foi divulgou ainda o extrato da conta onde está depositado o dinheiro destinado à compra da aeronave, em resposta a suspeita levantada pelo Ministério Público Federal de que o recurso não estava mais na conta do estado.

O MPF ingressou com ação civil publica para cancelar a licitação alegando haver suspeita de direcionamento da compra para a única empresa que participou do pregão presencial. O Banco Central, segundo os procuradores, não encontrou o dinheiro na conta do Estado para a aquisição da aeronave, o que levantava a suspeita de que o dinheiro tivesse sido sacado totalmente.

À noite, o secretário de Justiça e Segurança Pública, Marcos Roberto Marques, anunciou o cancelamento da licitação e divulgou um extrato que seria o da conta destinada a guardar o dinheiro da aeronave do GTA. O extrato, tirado às 18h44min do dia 24/03, mostra um saldo de R$ 6.604.031,01. Questionado sobre que conta Banco Central teria verificado durante o processo de bloqueio, Marques disparou: “O MPF é que tem que explicar agora”.

De acordo com o secretário, a nova licitação será um pregão eletrônico, o principal aspecto, de acordo com os procuradores federais, que havia faltado na primeira licitação. “Nós decidimos cancelar porque um litígio vai demorar muito e se for assim poderemos perder o recurso no fim do ano. É mais rápido e mais transparente”, justificou.

 

Compartilhamentos