Compartilhamentos

 

Durante o feriado da Semana Santa que culminou também com feriado de Tiradentes a Polícia Rodoviária Federal registrou cinco acidentes e uma morte nas rodovias federais do Amapá. Além do óbito de um funcionário da Funasa, outras cinco pessoas ficaram feridas em acidentes nesse período.

A operação da PRF iniciou à meia noite do dia 17 para esperar os motoristas que gostam de pegar a estrada antes do maior fluxo. Foi nesse período que foi registrado o acidente mais grave do feriadão, que acabou com a morte do funcionário da Funasa, Kelson Valente Teixeira, que se dirigia ao município de Porto Grande quando colidiu com ônibus.

Na ocasião, mais três pessoas ficaram feridas, duas que estavam no ônibus e a carona da picape dirigida por Kelson. Tirando esse caso, a movimentação aconteceu normalmente nas rodovias, mesmo com o grande fluxo de veículos em direção ao interior do Estado. Nos outros acidentes apenas danos materiais foram registrados.

Durante a operação, 867 veículos e 1.420 pessoas, em diferentes pontos das duas rodovias federais do Amapá a BR – 156 e BR – 210, foram parados para averiguação. Foram realizados 455 testes do bafômetro com a autuação de nove condutores. Dois foram presos.

Segundo a PRF, a operação também tinha o caráter educativo além de punitivo em caso de transgressões. “Foram priorizadas as ações preventivas para a redução da violência no trânsito e de acidentes relacionados ao excesso de velocidade, alcoolemia ao volante e ultrapassagens proibidas. Além disso, também foram alvos da fiscalização as motocicletas e os ciclomotores, frequentemente com índices elevados de acidentes”, explicou o inspetor da PRF, Raimundo Nonato.

 

 

Compartilhamentos