Compartilhamentos

Uma equipe composta por bombeiros militares e funcionários do Ibama retornou nesta quinta-feira, 10, da região do Cassiporé, a cerca de 200 quilômetros do município do Oiapoque, onde esteve avaliando os destroços, que podem ser de uma aeronave, encontrados na costa amapaense. Um dos membros da equipe informou que as peças podem ser de um avião bimotor, mas também existe a possibilidade de se tratar de partes de um satélite da Guiana Francesa perdido.

Coronel Josivan Assunção (Foto: Corpo de Bombeiros)

(Foto: Corpo de Bombeiros)

De acordo com o coronel do Corpo de Bombeiros Josivan Assunção, que esteve no local, as primeiras informações davam conta de que os destroços seriam de uma aeronave de pequeno porte, que poderia ter caído em algum trecho entre a Guiana Francesa e o Suriname. Também poderia ter caído no oceano atlântico e arrastada pelas correntes marítimas para a costa amapaense. “Mas a hipótese que ganhou mais força após a visita da nossa equipe ao local aponta que os destroços podem pertencer a um satélite lançado pela Guiana Francesa. Mas só a investigação de peritos poderá apontar de que material se trata”, explicou o coronel. Ele declarou ainda, que não há vestígios humanos entre os destroços, fato que pode ser crucial na investigação.

Foto: Corpo de Bombeiros

Foto: Corpo de Bombeiros

Como não houve uma confirmação da procedência dos destroços, o material foi recolhido e deve ser encaminhado ao posto da Aeronáutica localizada em Belém (PA) para que o mistério seja desvendado.

Foto: Corpo de Bombeiros

Foto: Corpo de Bombeiros

Compartilhamentos