Compartilhamentos

Waldez em Santana

Cerca de 1 mil lideranças e militantes do PDT lotaram o prédio da Câmara de Vereadores de Santana para o lançamento da pré-candidatura de Waldez Góes ao Governo. Personalidades que estiveram antes no lançamento da pré-candidatura de Lucas Barreto, em Macapá, também foram abraçar o ex-governador Waldez, entre eles Moisés Souza (PSC), Papaléo Paes (PPS) e Eider Pena, presidente estadual do PSD de Lucas. O PDT organizada para realizar evento parecido no próximo dia 17 em Macapá.

Câmara de Vereadores de Santana lotada para o lançamento da pré-candidatura de Waldez. Foto: Ascom/PDT

Câmara de Vereadores de Santana lotada para o lançamento da pré-candidatura de Waldez. Foto: Ascom/PDT

 

Diálogo

Um assessor parlamentar explicou a presença dos mesmos políticos em eventos de dois grupos “adversários”. “Na política somos adversários, e nos tratamos assim, mas sempre mantendo canais de diálogo. Diferente no PSB que nos trata como inimigos”, resumiu. O comentário demonstra que uma aliança entre os dois grupos deve acontecer dependendo de alguns desdobramentos.

Sarney e Lucas

Lideranças de todos os municípios e de pelo menos 15 partidos estiveram no lançamento da pré-candidatura de Lucas

Durante o lançamento da pré-candidatura de Lucas Barreto, o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab trouxe mensagem do senador José Sarney (PMDB) que foi lida durante o evento. Sarney agradeceu o convite para estar no congresso, e ressaltou a habilidade administrativa e política de Lucas “reconhecida pelo povo amapaense”.

Fator Marcivânia

Além do presidente Acácio Favacho (PMDB), outros vereadores de Macapá estiveram no lançamento da pré-candidatura de Lucas, entre eles Edna Auzier (Pros), Marcelo Dias (PSDB) e Telma Nery (PP). Havia a expectativa da presença da professora Marcivânia (PT), mas ela não apareceu. Marcivânia foi convidada por Lucas para ser sua vice, mas ameaça pelos dirigentes do PT de ficar sem legenda para disputar as eleições, ela deve concorrer ao cargo de deputada federal.

 Coalizão da esquerda

O PC do B, que participa do governo Camilo ocupando a Secretaria de Cultura do Estado, lançou manifesto no fim de semana conclamando uma coalizão de forças de esquerda para apoiar a reeleição de Camilo Capiberibe. O documento avalia que o Estado vem avançando em sua infraestrutura de desenvolvimento econômico com a ampliação de sua matriz energética, pavimentação de estradas e aumento de arrecadação própria. O manifesto diz que é necessária a junção de forças entre PSB, PT, PSOL, e PC do B.

Emendas para Joel Magalhães

ijoma

O Instituto do Câncer Joel Magalhães, ong dedicada a dar assistência a pacientes de câncer, vai ganhar uma injeção de ânimo este ano. Os vereadores Lucas Barreto (PSD), Jaime Peres (Democratas) e Professor Madeira (PSOL) destinaram R$ 300 mil (R$ 100 mil) de emendas ao orçamento da prefeitura para este ano direcionadas ao instituto. Dinheiro será usado do para ampliar o prédio da ong. Prefeito Clécio Luiz (PSOL) será obrigado a cumprir, com base da lei da emenda impositiva, aprovada ano passado no Congresso Nacional.

 

Compartilhamentos