Compartilhamentos

Começam a ser comercializadas nesta terça-feira, 15, cerca de 200 toneladas pescado do programa Peixe Popular, coordenado pela Agência de Pesca do Amapá (Pescap), em parceria com as colônias de pescadores. O objetivo do programa é levar peixe mais barato à população durante a Semana Santa. A venda do pescado vai de de 15 a 19 de abril, no horário das 8 horas às 18 horas.

Vão estar à disposição do consumidor espécies variadas, com preços de R$ 4 a R$ 12. Entre as espécies ofertadas estão o bagre, bandeirado, dourada, pescada amarela, piramutaba, cara-açu, corvina, jejú, peixe pedra, pirapitinga, tambaqui, dentre outras. A grande novidade neste ano é a ampliação do projeto, que, graças ao aumento do número de pescadores participantes nessa edição, chegará aos 16 municípios do Estado.

A atividade contará com 38 pontos de comercialização com espécies vivas e resfriadas, sendo 33 pontos fixos e cinco rotativos (com a venda no caminhão feira, que percorrerá, durante cinco dias, um bairro diferente na capital), sendo 20 em Macapá, cinco em Santana e um em cada município do interior.

Serão vendidas 200 toneladas de peixe mais barato

Serão vendidas 200 toneladas de peixe mais barato

Segundo o diretor-presidente da Pescap, João Bosco Alfaia, este ano, devido ao sucesso das últimas ações, o índice de pessoas interessadas em participar do projeto cresceu, oportunizando à comunidade um número bem maior de pontos de comercialização do produto.

 

Confira a tabela de preços

 

Bagre – R$ 6

Bandeirado – R$ 4

Cara-açu – R$ 5

Corvina – R$ 9

Dourada – R$ 12

Jejú – R$ 6

Peixe Pedra – R$ 5

Pescada amarela – R$ 11

Pescada branca – R$ 9

Pescada curuca – R$ 5

Pescada gó – R$ 5

Piramutaba – R$ 7

Pirapitinga – R$ 10

Sarda – R$ 7

Tambaqui – R$ 12

Tamuatá – R$ 6

Tucunaré – R$ 9

Uritinga – R$ 7

Xáreu – R$ 5

 

Confira os pontos de comercialização

 

Pontos fixos com a venda de peixe resfriado

 

Bairro Renascer I – Rua Socialismo

Bairro Pacoval, em frente à Feira do Agricultor

Bairro Novo Horizonte – Av. Paulo do Espírito Santo, 202

Bairro do Laguinho – Federação dos Pescadores do Amapá

Bairro Buritizal – Feira do Agricultor

Bairro Jardim Marco Zero – Avenida Equatorial

Distrito de Fazendinha – Sede da Colônia Z-14 

Bairro Perpétuo Socorro – Colônia de Pescadores Z-1, na Avenida José dos Santos Furtado, 908 B

Bairro Coração – Vila do Coração

São Lázaro – Prédio da Coagrin

 

Pontos rotativos: Caminhão feira

 

Terça-feira, 15, Bairro Brasil Novo – em frente ao MP Comunitário

 

Quarta-feira, 16, 1ª Arena do Zerão

Quinta-feira, 17, Marabaixo III – Avenida Principal do bairro

Sexta-feira, 18, Bairro do Trem – Em frente à Praça Nossa Senhora da Conceição

Sábado, 19, 1ª Arena do Zerão

 

Pontos de peixe vivo

 

Pacoval – em frente à Feira do Agricultor

Buritizal – em frente à Feira do Agricultor

Fazendinha – Colônia Z-14

Novo Horizonte – Avenida Paulo do Espírito Santo

Coração – Vila do Coração

 

 

 

Santana

Colônia de Pescadores (peixe vivo e resfriado)

Monte Castelo – Rua Ubaldo Figueira (peixe vivo)

Goiano – Rua Ubaldo Figueira

Fonte Nova – Centro Urbano

Goiano – Rua José de Anchieta

Compartilhamentos