Compartilhamentos

A equipe da Policia Interestadual (Polinter) prendeu na manhã desta sexta-feira, 16, Erinaldo Mendes da Costa, de 19 anos, que estava foragido desde julho do ano passado acusado de matar Ricardo Bruno Oliveira, de 16 anos. O crime ocorreu em uma festa na Avenida Pedro Américo, bairro Perpétuo Socorro, em Macapá. Depois de ser agredido com pauladas e facadas, Ricardo Bruno foi levado ao Hospital de Emergência onde ficou internado por dez dias, mas não resistiu. O motivo do crime seria uma rixa antiga entre os dois.

“Não sei por que eles não gostavam um do outro. Essa rixa era de muito tempo. A minha esposa, que estava com Ricardo Bruno no dia crime, disse que os dois se viram e começaram a discutir. Depois o Erinaldo voltou e bateu no meu filho com um pedaço de madeira, esfaqueou várias vezes e fugiu”, contou o pai de Ricardo, que preferiu não ser identificado.

Erinaldo foi preso na casa dele, no bairro Pacoval, depois de uma denúncia anônima, e confessou o crime. “Eu briguei com ele sim, mas não sabia que ele iria morrer. Só queria assustar. Na hora nós dois estávamos bêbados”, afirmou Erinaldo.

A polícia ainda vai continuar investigando o caso. “O Erinaldo foi capturado e vai responder pela morte do adolescente. Mas o caso ainda será investigado mais a fundo porque a justificativa que ele deu é muito superficial”, argumentou o titular da Polinter, delegado Neuton Júnior.

Compartilhamentos