Compartilhamentos

O Juizado de Violência Doméstica de Macapá determinou medida protetiva de urgência em favor de Ana Karolina Coutinho de Oliveira Melo, agredida pelo ex-namorado Thasso Brito de Mont’Alverne, no dia 15 deste mês. O caso ficou famoso pela repercussão nas redes sociais. Karolina contou na delegacia que foi agredida e humilhada em frente aos vizinhos.
Com a medida, Thasso não pode ficar a menos de 100 metros da ex-namorada e das testemunhas do caso, sob de pena de prisão. “Minha cliente sofreu agressões físicas e psicológicas. Está muito abalada e com medo de novas agressões. Por isso acionamos a Justiça e conseguimos essa medida protetiva até que o processo seja julgado pelo juiz”, contou o advogado da vítima, Maurício Pereira.
Segundo o boletim de ocorrência, Ana Karolina foi agredida quando estava na companhia de um amigo de faculdade em um carro. O ex-namorado tentou primeiro parar o veículo em que a vítima estava sem êxito na manobra. Posteriormente, quando ela chegava em casa, Thasso a cercou com a ajuda de três amigos. “Eles a seguraram enquanto Thasso lhe acertava tapas e chutes. Não satisfeito, ele rasgou a roupa da jovem a expondo a outras pessoas que presenciaram a violência”, acrescentou o advogado.
Na ocasião o rapaz foi preso e encaminhado para a Delegacia da Mulher, mas saiu no mesmo dia depois de pagar fiança. Hoje, caso desobedeça a ordem protetiva Thasso poderá ser preso. A reportagem do site tentou contato com Thasso por telefone, mas ele não retornou  nenhuma das ligações.

Compartilhamentos