Compartilhamentos

Após quatro meses de investigação, a Polícia Civil acredita ter esclarecido o assassinato de Mário Ivo Sampaio, de 82 anos, ocorrido no fim de janeiro deste ano. De acordo com o delegado João Neto, responsável pelo caso, Edilene da Silva Trindade, 34 anos, nora de Mário Ivo, planejou a morte do aposentado. Ela teve ajuda do amante, Josinei Ferreira Miranda, 28 anos. Edilene foi indiciada por homicídio qualificado, mas teve o pedido de prisão negado pelo juiz. O delegado João Neto suspeita que Edilene planeja fugir, já que está separada do marido, entregou a guarda dos filhos, mudou de casa e no último depoimento teria simulado estar com  transtornos mentais.

Mário Ivo era pai do empresário do setor de acessórios para veículos, Assunção Portela. Ele desapareceu no dia 27 de janeiro, mas ele só foi encontrado 4 dias depois na comunidade do Rio Ajudante, no município de Mazagão. A princípio, a polícia trabalhava com a hipótese de latrocínio, mas as investigações revelaram que o crime foi motivado por vingança.

Para a polícia, Josinei eta amante da Nora e o executor. Ele está preso

Para a polícia, Josinei eta amante da Nora e o executor. Ele está preso

As investigações tomaram um rumo diferente a partir dos depoimentos de testemunhas dando conta de que o aposentado, dias antes de desaparecer, reclamou do sumiço de uma chave. “As testemunhas falaram dessa chave e começamos a investigar mais a fundo esse fato. Foi constatado que Edilene tinha acesso livre na casa do sogro, roubou as chaves e deu para seu amante, o Josinei”, explicou o delegado que João Neto. Por isso a casa onde o aposentado morava não tinha sinais de arrombamento.

Menor usada para atrair a vítima

Menor usada para atrair a vítima

Edilene contou à polícia que o sogro dava muitos palpites em sua vida pessoal. “Ela disse que Mário Ivo descobriu que ela tinha um caso com o Josinei, e ficou pressionando para que ela contasse para seu filho. Como ela não contou. Mário Ivo começou a jogar indiretas e até chamar de safada para ela em público. Isso foi irritando Edilene e o amante, que resolveram matar o aposentado”, declarou o delegado.

Delegado João Neto disse  que o aposentado morreu porque descobriu o romance da nora

Delegado João Neto disse que o aposentado morreu porque descobriu o romance da nora

Josinei Ferreira Miranda está preso no Iapen, acusado de homicídio qualificado, corrupção de menores e ocultação de cadáver. Outras duas pessoas foram presas pelo crime. São elas Gabriel Brandão de Souza, preso por ajudar josinei a ocultar o cadáver de Mario Ivo Sampaio e uma adolescente de 14 anos que também teria ajudado no crime atraindo o aposentado para uma armadilha.

 

Compartilhamentos