Compartilhamentos

Já está nas mãos do Ministério Público Eleitoral a relação dos gestores públicos que tiveram suas contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado nos últimos oito anos (2006 a abril de 2014). São mais de 102 processos entre contas de prefeitos, presidentes de câmaras municipais, secretários, presidentes de caixas escolares, entre outros que administraram recursos públicos estadual e municipal.

Secretário Geral do TCE, Damilton Barbosa

Secretário Geral do TCE, Damilton Barbosa

Damilton Barbosa, secretário-geral do TCE/AP, disse que a lista encaminhada pelo Tribunal está no SisConta Eleitoral, do Ministério Público Federal que funciona como um banco de dados sobre candidatos potencialmente inelegíveis ao pleito de 2014,  e poderá ser alimentado até o dia 30 junho. “Este ano encaminhamos informações mais detalhadas sobre o processo, por exemplo, o início da condenação pelo Pleno, resumo da condenação, onde o gestor reside atualmente, CPF e o nome da mãe”, informou o secretário-geral.

A lista está disponível no site do Tribunal (www.tce.ap.gov.br), controle externo basta clicar em “Contas de gestores julgadas irregulares”.

Compartilhamentos