Compartilhamentos

A Campanha Nacional de Combate ao HPV, que começou no dia 10 de março, continua em Macapá. A vacina tem como objetivo prevenir contra o câncer de colo de útero. Na capital, já foram imunizadas 14 mil meninas entre 11 e 13 anos, o que significa uma cobertura de 90%, ultrapassando assim a meta que foi estabelecida pelo MS, que é de 80% de cobertura vacinal.

Segundo a coordenadora municipal de Imunização, Jorsette Cantuária, todas as escolas do município foram cobertas pelas equipes técnicas da Semsa. “Reforçamos todas as escolas, públicas e privadas, com equipes que fizeram a triagem dessas meninas. Acompanhamos todas com orientações para elas e aos pais ou responsáveis, e fizemos a distribuição da cartilha com informações que esclarecem como funciona a vacina”.

Jorsette ressaltou ainda que as meninas que por algum motivo não puderam ser imunizadas na sua escola, pode procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima para receber a primeira dose.

A primeira etapa da campanha contra o HPV foi desenvolvida pelas secretarias estaduais e municipais de Saúde de todo o Brasil, com o apoio do MS, e contou também com a parceria das secretarias de Educação.

De 15 mil doses da vacina, 14 mil já foram aplicadas, 90% da meta

De 15 mil doses da vacina, 14 mil já foram aplicadas, 90% da meta

A Vacina, distribuída pelo Sistema Único de Saúde (SUS), é quadrivalente, ou seja, previne contra quatro tipos de HPV (6, 11, 16 e 18). Dois deles (16 e 18) respondem por 70% dos casos de câncer de colo de útero, responsável atualmente por 95% dos casos de câncer no país. É o segundo tipo de tumor que mais atinge as mulheres, atrás apenas do câncer de mama.

A Prefeitura de Macapá recebeu 15 mil doses da vacina contra o HPV. A Semsa ficou com a responsabilidade de cobrir a área do município e distritos de Macapá. A segunda etapa da vacina acontecerá dia 10 de setembro e ocorrerá também nas Unidades Básicas de Saúde. A terceira dose será aplicada daqui há cinco anos.

Compartilhamentos