Compartilhamentos

Um aviso colocado na porta do Centro Médico do Corpo de Bombeiros do Amapá causou indignação na tropa nesta sexta-feira, 20. O documento é uma determinação para que militares lotados no Centro Médico participem da convenção do PSB, que será realizada neste sábado, 21. O comando do CBM disse que se tratou de uma iniciativa isolada por parte de um oficial.

O aviso foi fixado na porta do Centro Médico do Corpo de Bombeiros, um dos departamentos mais visitados da corporação. O documento é assinado pelo coronel Enéas Castro Rosa, diretor do Centro de Saúde dos Bombeiros. “Determino que todos os militares deste centro…a se fazerem presentes na Convenção do PSB”, diz o aviso.

O documento foi fotografado e repercutiu de forma negativa nas redes sociais. Militares que não quiseram se identificar disseram estar sendo obrigados a participar da convenção do partido. Outros afirmam que precisam colar adesivos partidários em seus carros.   

Em nota da Assessoria de Comunicação, veiculada neste sábado, 21, o comando do Corpo de Bombeiros admite que o aviso é verdadeiro, mas que se tratou de uma iniciativa isolada do coronel Enéas Castro. “Não reflete as orientações dadas pelo comando geral”, diz a nota.

Ainda segundo a nota, será aberto um procedimento administrativo disciplinar para apurar os fatos e a responsabilidade.

Compartilhamentos