Compartilhamentos

O trânsito na Rua São José, no Centro de Macapá, começa a ser monitorado a partir desta quinta-feira, 5. A Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac) implantou o monitoramento eletrônico em frente à Biblioteca Pública. O objetivo é identificar condutores que estejam desrespeitando o limite de velocidade e a sinalização.  O fotosensor vai funcionar por 30 dias para testes e adaptações. Depois desse prazo começa valer a fiscalização repressiva com autuação e multa.

Equipamento foi instalador em frente à Biblioteca Pública

Equipamento foi instalador em frente à Biblioteca Pública

O diretor de Trânsito da CTMac, Kim Duarte, afirma que a necessidade do fotosensor em Macapá surgiu em virtude do grande número de acidentes causados pelo excesso de velocidade e desrespeito à sinalização. “Nosso próximo passo será a instalação de todos os pontos eletrônicos e sincronizar os semáforos”, explanou o diretor.

De acordo com a CTMac, 27 trechos em Macapá receberão o monitoramento eletrônico. O instrumento computadorizado é capaz de detectar abusos de velocidade, transgressões à sinalização e desrespeito à faixa de pedestre. Durante o período de testes, a CTMac vai trabalhar a parte educativa, distribuindo folders sobre o funcionamento do fotosensor. Este mês serão instalados mais dois equipamentos, um na Zona Norte, próximo a Politec, e outro no cruzamento da Avenida Fab com Rua General Rondon.

Os motoristas aprovam o controle de velocidade para conter os acidentes. “Quem não deve não teme. Isso vai punir os apressados e evitar acidentes. Em cada esquina deveria ter um equipamento desse, só assim para diminuir esse caos que toma conta das ruas de Macapá”, disse o professor Fernando Soares.

Compartilhamentos