Compartilhamentos

A sexta-feira 13 é considerada popularmente como o dia do azar.  Para uns foi um dia normal da semana, mas para outros foi preciso ter todo o cuidado. Tem gente que acredita que não se pode descer da cama com o pé esquerdo, cruzar com gato preto, quebrar espelho, deixar a sandália virada, e por aí vai. Acredite você ou não, tem até quem deixa de viajar nesse dia. E mesmo quem diz não acreditar, prefere não se arriscar.

O número 13 é considerado de má sorte pelo povo, mas na numerologia o 13 está relacionado com iniciação. No judaísmo significa destino, seja em direção a coisas boas ou ruins. Mas as coisas ruins surgem no Tarot. O 13 significa morte.  As culturas antigas consideravam o número sagrado. Para os egípcios, a vida era composta por 12 estágios, o 13º era a vida eterna. Historicamente, o número 13 tem ligação direta com a mulher. Nas religiões consideradas “pagãs” antigas, sexta-feira era dia do sexo e amor, representado por mulheres nuas.

Antônia Coelho Vilhena: "conheço pessoas que correm de gatos"

Antônia Coelho Vilhena: “conheço pessoas que correm de gatos”

E existe até uma doença mental ligada ao medo do 13, a Triscaidecafobia, que é o medo incomum ao número 13. O Partido dos Trabalhadores usa o 13, o Maicon veste 13 na seleção brasileira, uma amiga faz aniversário dia 13 e no dia 13 de setembro comemora-se a criação do Território Federal do Amapá.

A vendedora Antônia Coelho Vilhena diz que não acredita na superstição da sexta-feira 13. “Conheço pessoas que correm de gatos, espelhos, tudo. Que eu lembre nunca aconteceu nada comigo nessa data, mas é melhor prevenir que remediar. Por isso sempre penso tudo positivo”, declara.

O mototaxista Cherman dos Santos Lima não acredita que sexta-feira 13 seja um dia de azar. “É um dia como outro qualquer. Temos as mesmas coisas e oportunidades de viver e as mesmas coisas para fazer. Não traz azar nenhum. O que traz azar é pensar em coisas ruins ou que nada vai dar certo”, afirmou.

Cherman dos Santos: "um dia como outro qualquer"

Cherman dos Santos: “um dia como outro qualquer”

Para o umbandista Francisco Silva, mais conhecido como pai Francisco, o número ganhou fama de azarento por convenção social. “A maioria da população é supersticiosa, mas 13 é número de sorte. Depende da energia de cada um. Se você não está bem atrai coisas negativas. O importante é ter fé em Deus e sempre pensar em coisas positivas”.

Ubamdista Francisco Silva: "depende da energia de cada um"

Ubandista Francisco Silva: “depende da energia de cada um”

Para quem acredita que essa superstição é só do Brasil, está enganado. Um centro de estudos da Carolina do Norte, EUA, constatou que mais de 21 milhões de americanos têm medo dessa data. E outros estudos revelam que a economia americana perde milhões de dólares porque muita gente deixa de viajar nesse dia.

Hoje além de ser sexta-feira 13, será Lua Cheia. A última vez que isso aconteceu foi em junho de 1919. A astronomia prevê que a próxima vez será em agosto de 2049. O que isso muda na sua vida? Bom, tem gente que acredita que a lua atua no humor das pessoas da mesma forma como influencia o mar e as marés. Para os otimistas e românticos, o fim de semana começa com lua cheia.

Compartilhamentos