Compartilhamentos

Depois de serem surpreendidos pela Polícia Militar, bandidos fizeram reféns o dono de uma farmácia, a esposa dele e funcionários. As vítimas só foram libertadas depois de uma hora e meia de negociação. O crime ocorreu no Bairro do Laguinho, na Rua General Rondon com a Avenida Marcílio Dias.

O assalto começou por volta das 22 horas. Os dois bandidos armados invadiram a farmácia e anunciaram o assalto.  “Eles estavam muito drogados, agressivos, mas não machucaram a gente”, disse depois o dono da farmácia, o empresário José Bandeira Neto, de 62 anos. Um funcionário conseguiu se esconder no banheiro ao perceber a invasão e acionou o 190.

Durante a negociação com a PM, um dos bandidos conversou várias vezes por telefone com alguém de fora da farmácia. A polícia acredita que se tratava de alguém preso na penitenciária, mas que coordenava toda a ação dos criminosos no assalto.

No fim da negociação, os bandidos receberam o que pediram: coletes à prova de bala. Um a um, eles foram saindo da farmácia ainda mantendo os reféns sob a mira das armas que depois foram jogadas no asfalto.

Foram presos Jonathan Maurean de Oliveira, de 19 anos, o “Avatar”, e um adolescente de 16 anos. Um outro menor, conhecido como “Gê”, de 17 anos, foi preso durante a fuga. Outros dois que davam cobertura foram identificados, mas conseguiram fugir. Avatar tinha sido preso em maio também por furto, mas respondia ao processo em liberdade.

Compartilhamentos