Compartilhamentos

Após iniciar um movimento que pede a saída imediata da reitora Maria Lúcia Teixeira da Universidade Estadual do Amapá (Ueap), estudantes dormiram no Campus 1 da Instituição para ratificar o pedido junto ao Governo do Estado. Na terça-feira, 24, os acadêmicos chegaram a se acorrentar para não serem retirados da antessala da reitoria. Além da saída da reitora, os alunos pedem a imediata nomeação do novo reitor, que foi escolhido em eleição realizada no dia 3 de maio. 

Mobilização dos alunos. Saída só quando mudança na reitoria for concretizada

Mobilização dos alunos. Saída só quando mudança na reitoria for concretizada

A mobilização vai continuar mesmo depois da informação de que a nomeação da nova reitoria está prevista para o dia 1 de julho. Os alunos afirmam que só vão deixar o prédio da instituição quando a mudança ocorrer efetivamente. “Já fomos informados sobre a data, mas isso não quer dizer que a nomeação vai acontecer. Portanto, ficaremos mobilizados até que a nova administração seja apresentada à comunidade acadêmica”, afirmou o estudante de ciências agrárias, Reilan Pereira.

Nomeação foi confirmada para semana que vem, mas estudantes desconfiam

Nomeação foi confirmada para semana que vem, mas estudantes desconfiam

Na votação realizada em maio, a chapa 22, encabeçada pelos professores Luciano Araújo da Silva e Daímio Chaves Brito, teve maioria dos votos. “Porém, achamos que a nomeação foi transferida para julho porque o governador quer nomear a chapa 11, segunda colocada, aproveitando que os alunos estarão de férias. Isso impediria qualquer movimento de contestação”, acrescentou o estudante.

Nesta quinta-feira, 26, os alunos estarão realizando uma caminhada até o Palácio do Setentrião para entregar uma carta ao governador Camilo Capiberibe (PSB).º

Compartilhamentos