Compartilhamentos

Uma pessoa morreu após cair de uma altura de seis metros quando fixava uma fachada de lona em uma loja de materiais de construção na Zona Norte de Macapá (foto acima). José Harley Morais Martins, de 29 anos, trabalhava sem nenhuma proteção de segurança e caiu após receber uma descarga elétrica.

Com a queda José Harley fraturou a cabeça e morreu na hora. Testemunhas informaram que viram faíscas antes da queda do profissional. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado para atender a ocorrência, mas a equipe não conseguiu fazer reanimação da vítima.

José Harley era funcionário da Talento Digital, uma empresa especializada em propaganda visual. A empresa divulgou nota lamentando o acidente e garantindo que está prestando toda a assistência social e financeira começando pelo velório e sepultamento. Todos os direitos trabalhistas serão garantidos.

De acordo com a empresa, Harley era casado, sem filhos, trabalhava com carteira assinada desde o dia 1º de agosto de 2009, e integrava a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa). Ele possuía treinamento específico para trabalho em altura, inclusive com a utilização de equipamentos de proteção individual. No momento do acidente, afirma a empresa, Harley optou por não usar os equipamentos como cinto, luvas, óculos e capacete. “É prática da empresa fornecer, no ato da contratação, os equipamentos para cada funcionário, de acordo com a função exercida”, diz a nota.

Compartilhamentos