Compartilhamentos

O modelo Rarison Ricardo Miranda Vitória, de 25 anos, continua em estado grave no Hospital Santa Casa de Belo Horizonte. O rapaz sofreu um traumatismo craniano após um acidente de trânsito em novembro do ano passado. O caso ganhou repercussão local quando a família travou uma briga judicial com a Secretaria Estadual de Saúde (SESA) para que Rarison fosse transferido para tratamento fora do Estado.

Rarison foi transferido no dia 30 de março para o maior hospital público de Belo Horizonte (MG). “Meu filho ainda está na UTI, pois assim como aqui no Amapá, em BH ele contraiu outra bactéria e ainda está se recuperando”, contou Roseli Carvalho, mãe do modelo.

Roseli Carvalho, mãe de Rarisson: próximo passo é fisioterapia

Roseli Carvalho, mãe de Rarisson: próximo passo é fisioterapia

Os médicos de Belo Horizonte disseram à família que o próximo passo será a transferência de Rarison para o Hospital Sarah Kubitschek, em Brasília (DF), onde poderá passar por um tratamento fisioterápico para tratar as sequelas do coma. A ideia é que, mesmo em coma, o modelo comece a receber pequenos estímulos que podem reduzir o prejuízo dos meses paralisado em uma cama. No momento, a família e médicos aguardam uma resposta positiva aos medicamentos que estão sendo administrados.

Rarison se envolveu em um acidente quando voltava de um passeio com outras duas pessoas. O modelo foi arremessado para fora do carro. Ele teve traumatismo craniano e passou cerca de quatro meses esperando a transferência para algum hospital fora do Amapá, que pudesse ofertar o tratamento neurológico necessário a sua recuperação.

Compartilhamentos