Compartilhamentos

A presidente Dilma Roussef (PT) inaugurou nesta segunda-feira, 23, o Conjunto Macapaba, na BR-210, na Zona Norte de Macapá. A comitiva presidencial chegou no avião presidencial e de helicóptero aterrissou por volta de 11h20 no local da obra. Ao todo, 2,1 mil apartamentos foram construídos pelo governo do Estado com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), e contrapartida de 10% de recursos estaduais. No conjunto, foram investidos R$ R$ 239,4 milhões.

Ministros, senadores, prefeitos, governador e parlamentares acompanharam a visita da presidente. No total, a o Macapá possui 4.366 apartamentos, colocando a obra como a segunda do Brasil em tamanho. A expectativa do governo é de que o conjunto reduza o déficit habitacional. Segundo o Censo de 2010, do IBGE, na capital amapaense, a escassez habitacional corresponde a 25 mil casas.

IMG-20140623-WA0070

Os financiamentos são regidos pelo programa “Minha Casa, Minha Vida”. Os contemplados foram selecionados pela Caixa Econômica Federal (CEF), inscritos no programa em 2009. Cerca de 70 famílias vítimas do incêndio do bairro do Perpétuo Socorro foram beneficiadas. Todas terão que pagar prestações. A menor delas será de R$ 35.

Durante discurso, a presidente Dilma Roussef anunciou o lançamento da terceira etapa do PAC. E disse que se empenhou para que o Amapá fosse interligado ao Linhão de Tucurí. “No início queriam que o linhão fosse de Tucuruí a Manaus, e só depois para Macapá. Vim duas vezes aqui com o presidente Lula, para provar que era melhor passar primeiro por Macapá”, comentou a presidente. 

O governador Camilo Capiberibe (PSB) fez uma espécie de prestação de contas do mandato, e garantiu que todo o processo de escolha das famílias foi realizado com transparência. A inauguração da segunda etapa do Macapá, com mais 2 mil unidades, está marcada para agosto.

Compartilhamentos