Compartilhamentos
A integrante da Casa Fora do Eixo Amapá, Karinny de Magalhães, foi presa em Belo Horizonte na tarde da última quinta-feira, 12, durante os protestos contra a Copa do Mundo. A ativista, que tem apenas 19 anos, foi acusada de ter participado de um ato de depredação a um carro da Polícia Militar de Minas Gerais.
Momento em que Karinny entra no carro da polícia

Momento em que Karinny caminha para entrar no carro da polícia

A prisão teve grande repercussão nas redes sociais do Amapá. Karinny estaria participando do ato  “Copa sem povo, tô na rua de novo”, e transmitia ao vivo, pela internet, as ações dos manifestantes que estavam no centro de BH. A transmissão pela internet é chamada de “Mídia Ninja”.
Karinny Magalhães estava transmitindo os protestos pela internet

Karinny Magalhães estava transmitindo os protestos pela internet

A prisão gerou protestos de partidos de esquerda. O senador do Amapá e pré-candidato a Presidência do Brasil Randolfe Rodrigues (PSOL) divulgou nota repudiando a ação e clamou por uma investigação mais detalhada por parte da Polícia Militar de Minas para averiguar possíveis excessos. Até o fim da tarde desta sexta-feira, Karinny continuava presa. 
Compartilhamentos