Compartilhamentos

A Justiça Eleitoral multou os candidatos Cristina Almeida e Washington Picanço, ambos do Partido Socialista Brasileiro (PSB), por estarem fazendo campanha antecipada, ainda no período das convenções. Os dois foram multados em R$ 5 mil cada.

Segundo a Justiça, os dois aproveitaram a movimentação da convenção do partido, que aconteceu no dia 22 de junho, para fazer distribuição de panfletos com propaganda. Uma passeata também foi realizada até o local da convenção. De acordo com as normas eleitorais a propaganda só poderia ser feita a partir do dia 6 de julho.  A denúncia foi feita pela Procuradoria Regional Eleitoral no Amapá (PRE/AP).

A decisão frisa que “ao invés de restringir-se ao âmbito intrapartidário, a propaganda ganhou as ruas, em verdadeiro ato de campanha eleitoral conclamando o público”. Um ato vedado, pois os eventos devem ser realizados apenas com as pessoas filiadas aos partidos.

Outros dois candidatos também foram denunciados pela Procuradoria. A denúncia contra Agnaldo Balieiro foi considerada improcedente. E o caso de Alan Ramalho ainda será julgado pela Justiça Eleitoral.

(Foto: PSB)

Compartilhamentos