Compartilhamentos

Nove coligações e partidos que lançaram candidatos individualmente para esta eleição, receberam do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá um prazo de 72 horas para apresentar chapas com o número mínimo de mulheres candidatas, que é de 30% do total. A intimação foi entregue nesta terça-feira, 25, aos representantes das agremiações.

No total, 20 coligações e partidos registraram candidatos no TRE. Alguns adotaram a velha tática do “rabo de chapa”, onde os nomes são escolhidos aleatoriamente dentro do partido apenas para preencher o mínimo exigido.

Às vezes, são selecionados até funcionários do partido, como assessores, secretárias e serviços gerais. Esses, no fim das contas, geralmente possuem “zero voto” no dia da eleição. Se até o fim da semana as chapas não incluírem mais mulheres, os registros poderão ser anulados pelo TRE.

 

Compartilhamentos