Compartilhamentos

O garimpeiro Roney Quaresma, de 35 anos, que foi atingido com um tiro na cabeça em uma tentativa de assalto a uma Lan House no dia 22 de julho, no Bairro Perpétuo Socorro, acordou no último sábado, 26, depois de passar por cirurgia e ser mantido em coma induzido para responder à medicação. A vítima chegou a ter uma parada cardíaca na madrugada do dia 23, mas os médicos conseguiram reanima-lo.

Depois de dar entrada Hospital de Emergência (HE) o rapaz foi encaminhado ao Hospital de Clínicas Alberto Lima (HCAL), onde passou por uma cirurgia para limpar o local do ferimento, mas como não tinha vaga na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital ele teve que retornar para HE para ficar em observação em uma ala semi-intensiva.

Já na sexta-feira, 25, Roney foi transferido novamente para uma UTI do Hospital Alberto Lima, onde continuou em coma induzido. “No sábado a noite depois que os médicos diminuíram os medicamentos, ele foi acordando. O médico fez testes para verificar como estavam os sentidos dele. Aparentemente está tudo bem”, contou uma parente que não quis se identificar.

Já no domingo o ferimento próximo ao olho começou a desinchar. Segundo os familiares os médicos demonstraram otimismo na recuperação de Roney. Ele deve sair do aparelho de respiração automática nos próximos dias.

Compartilhamentos