Compartilhamentos

Fiscais do Instituto do Meio Ambiente e de Ordenamento Territorial do Estado do Amapá – Imap foram deslocados para o Município de Ferreira Gomes, a 137 quilômetros de Macapá, para investigar a súbita morte de peixes no Rio Araguari, nas proximidades da Usina Hidrelétrica de Ferreira Gomes (UHFG).

Fotos Peixes (2)

O Imap foi avisado sobre o problema e mandou pesquisadores para colher amostras no local para análises que expliquem o motivo da morte dos peixes. Os fiscais retornam nesta quinta-feira, 31, para que as análises da água e de espécies mortas sejam realizadas. O Instituto só se pronunciará quando tiver o resultado final da investigação. 

Segundo os moradores de Ferreira Gomes a morte dos peixes começou após a abertura das comportadas, para o vazamento de água através do vertedouro da usina, que é um canal usado para a vazão de água em excesso. 

Fotos Peixes (1)

A Assessoria de Comunicação da usina afirmou através de nota que não acredita que o motivo da morte dos peixes esteja relacionado às atividades da usina, pois fazem monitoramento rígido da água para evitar impactos ambientais.

Fotos: Seles Nafes

Compartilhamentos