Compartilhamentos

Um pintor de 28 anos passou por uma cirurgia para amputar a mão direita na madrugada dessa quarta-feira, 16, por conta de um rojão que estourou na mão dele. Testemunhas contaram que Francisco Ramos juntou três rojões para serem lançados. Acendeu o primeiro e não percebeu que os outros dois também foram acionados. A vítima ainda tentou largar os fogos, mas já era tarde.

Raimunda Barros, mãe do pintor, contou que eles estavam soltando os rojões após o jogo do Vasco, em comemoração a vitória do clube na série B, quando aconteceu a tragédia. “No momento estavam apenas um irmão e a esposa dele. Foi tudo muito rápido, mas graças a Deus que o estrago não foi maior”, contou. A família negou que o pintor estava ingerindo bebida alcoólica.

Após passar pela cirurgia de amputação Francisco foi colocado em uma maca no corredor do Hospital de Emergência, onde ficará em observação até ter a liberação assinada pelo médico. O paciente já está com quadro clínico estável. 

 

Compartilhamentos