Compartilhamentos

Na tarde desta segunda-feira, 25, a Agência Nacional de Telecomunicação (Anatel) divulgou que alguns problemas no Linhão do Tucuruí foram os responsáveis pela queda do sistema que deixou o Amapá praticamente sem internet. As falhas ocorridas em duas áreas localizadas no Estado do Pará deixaram o Amapá e Roraima fora do sistema. Cabos aéreos podem ter sido desligados por ato criminoso, diz a agência. 

O problema começou na tarde da última quinta-feira, 21, quando todos os sistemas, com exceção da Embratel e da Claro – que fazem uso de um atendimento via satélite-, foram desligados por um problema no cabeamento ótico que atende o Amapá pelo Linhão de Tucuruí e pelo Oiapoque.
Os dois sistemas ficaram fora do ar simultaneamente, o que resultou na falha no fornecimento do serviço de internet. “Primeiro tivemos um problema no cabeamento da operadora Oi, que chega a Macapá pelo Oiapoque seguindo a BR-156. Como ainda há uma área que não foi pavimentada os postes que levam o cabeamento ótico ficam localizados em uma área de mata, e uma árvore caiu e desligou o sistema, deixando apenas o atendimento via Linhão de Tucuruí”, explicou o gerente da Anatel, Edwart Aires.

Rompimento de cabos a 20 metros de altura no Linhão de Tucuruí deixaram AP e RR sem internet

Rompimento de cabos a 20 metros de altura em Jurupari deixaram AP e RR sem internet

A situação foi resolvida no sábado, mas um problema semelhante acabou desligando o Linhão de Tucuruí. Dois problemas resultaram no desligamento de dados do Amapá e Roraima. “Primeirament,e a falha aconteceu em uma localidade conhecida como Jurupari, que é de difícil acesso. Provavelmente uma atitude criminosa desligou os cabos, fato que será investigado, pois os cabos ficam a mais de 20 metros de altura. As equipes tiveram que se deslocar até a região para realizar o remendo no corte da transmissão, e ainda estão no local para realizar todos os testes que garantam uma boa transmissão”, informou Aires.
Uma outra interrupção ocorreu na fibra ótica que liga o Linhão do Tucuruí ao sistema que chega à cidade de Fortaleza, no Ceará. Uma obra civil que ocorre na BR que liga Belém a Fortaleza acabou arrebentando os cabos que seguem o caminho da estrada. Um problema que foi resolvido rapidamente. Restando apenas o restabelecimento do Linhão em Juruparí.
Como o Linhão de Tucuruí carrega quase todo o sistema de dados do Amapá, principalmente a TIM e Vivo, que juntas são 80% dos telefones móveis, a maioria dos usuários de internet via celular e via rádio sentiu problemas de navegação.

Gerente da Anatel, Edward Aires: possível ato criminoso

Gerente da Anatel, Edward Aires: possível ato criminoso

Até a única empresa de internet que tem um sistema próprio, a Você Telecom, também foi atingida. A empresa possui linhas de transmissão conectadas ao linhão de Tucuruí. Como a empresa também possui um sistema próprio de rádio que corta a região do Marajó, o serviço foi mantido, mas com lentidão, já que esse tipo de transmissão não comporta toda a demanda do Estado.

A Anatel acredita que até o início da manhã desta terça-feira, 26, tudo já esteja totalmente restabelecido. A agência diz que vai investigar também a possibilidade de ter ocorrido negligência de alguma operadora.

Compartilhamentos