Compartilhamentos

Uma foto enviada para o Whatsapp do Batalhão de Operações Especiais (Bope) culminou com a prisão de um dos assaltantes mais procurados do Estado. A foto mostrava a casa onde Elizeu Ferreira dos Santos, de 21 anos, o “João Vitor”, estava escondido no município de Santana.

A denúncia anônima, que também informava o endereço exato da residência, foi enviada na manhã desta segunda-feira, 18. “Como não dá pra confiar em todas as denúncias nós fomos primeiro checar. Quando chegamos lá encontramos o bandido”, explicou o tenente Everton, do Bope.

Foto fornecida pelo Bope de "João Vitor" antes da fuga em abril

Foto fornecida pelo Bope de “João Vitor” antes da fuga em abril

João Vitor não reagiu à prisão. Contra ele existem processos por roubo qualificado, sequestro, porte ilegal de arma de fogo e tentativa de homicídio. Entre os assaltos atribuídos a ele estão os realizados nas agência do Banpará (Afuá), Bradesco de Porto Grande e Super Fácil da Zona Norte de Macapá. Só em assaltos a soma dos valores levados chega a R$ 800 mil.

Agência do Bradesco em Porto Grande entre os alvos dos assaltantes

Agência do Bradesco em Porto Grande entre os alvos dos assaltantes. Arquivo: SelesNafes.Com

De acordo com a polícia, João Vitor faz parte de um bando e foi o segundo do grupo a ser preso. No dia 24 de julho, o Bope prendeu Ediney Nunes Furtado, o “Ney”, também por participação nos assaltos.

João Vitor invadiu uma residência e faz os moradores de reféns. Ele fugiu do Iapen no dia primeiro de abril deste ano. 

Compartilhamentos