Compartilhamentos

A experiência de vida dos idosos chamou a atenção de acadêmicos do 3ª semestre de Jornalismo da Universidade Federal do Amapá (Unifap). Com o tema “Terceira Idade”, eles montaram uma exposição com fotos de idosos tiradas pelos próprios alunos. Uma oportunidade de mostrar como os jovens veem os mais velhos. As fotos ficarão expostas no hall da Biblioteca Central da instituição até dia 18 deste mês. Saudades, velha infância, dia a dia e uma mão amiga são os nomes de algumas fotos.

Linhas do Tempo

Fotografar idosos não é tão simples. Muitos não gostam de ser fotografados. O trabalho para a disciplina de fotojornalismo foi um desafio para os acadêmicos. “Eu pretendia retratar o dia a dia do idoso. Busquei fotografar aqueles que ainda trabalham da maneira mais natural possível. Acredito que o resultado final foi ótimo. Consegui uma foto da ideia que tinha em mente”, disse a acadêmica Wendy Ramos, autora da foto: “A velhice que trabalha”.

Algumas fotografias tem história. É o caso da fotografia “Simplicidade” da acadêmica Andréa Maciel. Ela pretendia retratar a jovialidade dos idosos. “Eu estava na rua quando passei em frente a uma casa ao lado da construção do Mercado Popular. E vi um senhor empurrando um carrinho de mão cheio de entulhos. E ele não largava a inchada. Pedi autorização e fotografei. Quis que aparecesse ele e a parede desgastada atrás. Fazendo alusão a sua velhice, as marcas do tempo que ambos têm, mas continuam em pé”, explicou.

Walderlam Moraes -  acadêmico de administração

Walderlam Moraes – acadêmico de administração

O resultado agradou acadêmicos de outros cursos que transitam cotidianamente nos corredores da biblioteca. Muitos ficaram impressionados com a profundidade das fotos. “Eu gostei de todas. Muitas mostram as linhas do rosto ou da mão dos idosos, isso representa que o tempo fica registrado nas nossas feições corporais”, afirmou o acadêmico de Administração, Walderlam Moraes.

Já a professora Maria Gonzaga falou da oportunidade de outros acadêmicos conhecerem o trabalho de um colegiado. “Esse é um espaço transitório dos alunos. Mas essa exposição já muda o ambiente. Todas as fotos são muito expressivas e tem uma história. O importante é todos os acadêmicos terem acesso a esse trabalho”.

saudade

O projeto de expor as fotos é da professora do curso de Jornalismo, Luciana Macedo. Essa é a segunda vez que os acadêmicos expõem trabalhos. A ideia é que todas as turmas façam exposição de fotos.

Fotos: Cássia Lima

Compartilhamentos