Compartilhamentos

Cerca de 40 policiais federais desembarcaram em Macapá no início da noite de sábado, 28. A missão é chefiada por uma delegada de 27 anos. A Polícia Federal não emitiu nenhuma nota oficial sobre o assunto.

O desembarque ocorreu  por volta das 18h40 no Aeroporto Internacional Alberto Alcolumbre. Os policiais, entre eles delegados, agentes e escrivãs, vieram no Fooker 100 da Polícia Federal, e deveriam ter chegado às 11 horas da manhã.  Mas a operação em Brasília para prender  ex-senador Luiz Estevão (acusado de desvio de dinheiro do Fórum Trabalhista de São Paulo) atrasou a viagem para Macapá. O ex-senador precisou ser transportado no mesmo Fooker 100 de Brasília para São Paulo com apenas 2 agentes à bordo.

Ao contrário do que geralmente ocorre quando chega um grande contingente de policiais federais, desta vez eles vieram para atuar nas eleições. Os 40 policiais ficarão em Macapá durante 10 dias para trabalhar na operação “Eleição Segura”. Vão ajudar o TRE e o Ministério Público a coibir crimes eleitores, como compra de votos. Pelo menos é isso que se sabe até agora.

Compartilhamentos