Compartilhamentos

A Casa da Hospitalidade vai receber mais de R$ 15 mil do Juizado da Infância e Juventude na próxima semana. O dinheiro foi arrecadado pelo Juizado durante os três dias do 1º Juris Bazar da instituição no Fórum de Macapá. O dinheiro será investido na estrutura da seção de fisioterapia da Casa da Hospitalidade. O Juizado pretende ajudar outras instituições filantrópicas com esses bazares.

O bazar foi considerado um sucesso pelo Juizado da Infância e Juventude. As roupas vendidas foram doadas por juízes, servidores e colaboradores de várias unidades do Judiciário. “Estamos satisfeitos com o resultado positivo. Agradecemos à todos que colaboraram, principalmente ao Poder Judiciário que abriu a doação com desconto na folha de pagamento dos servidores. Isso demonstra o empenho em ajudar o próximo”, afirmou a juíza Ilana Kabacznik Luongo.

Juíza Ilana Luongo diz que bazar vai continuar

Juíza Ilana Luongo diz que bazar vai continuar

Quem participou da ação teve a oportunidade de renovar o guarda-roupa, ajudar os mais carentes e ainda comprar os produtos ouvindo a apresentação da Orquestra Essência e do coral do Tribunal de Justiça.

De acordo com a juíza Ilana Luongo, o que for arrecadado nas próximas ações do Juris Bazar será destinado ao Instituto do Câncer Joel Magalhães e à Associação Educacional e Cultural Essência.

Orquestra Essência animou o bazar junto com o coral do Tribunal de Justiça

Orquestra Essência animou o bazar junto com o coral do Tribunal de Justiça

CASA DA HOSPITALIDADE

A Casa da Hospitalidade atende pessoas com deficiências diversas desde distúrbios psicomotores, auditivos, visuais até transtornos mentais.  Meninos e meninas de 0 a 18 anos de idade que foram abandonados pela família são acolhidos pelos profissionais da entidade. Vem gente todo lugar buscar abrigo na instituição. Hoje existem crianças de municípios do interior do Amapá e também de localidades do Estado do Pará.

Compartilhamentos