Compartilhamentos

Começou esta semana o “Inquérito Vigilância de Violência e Acidentes” (Viva) 2014. O Viva é uma pesquisa realizada a cada três anos em hospitais de urgência e emergência com o objetivo de analisar a tendência da violência e acidentes, e descrever o perfil das ocorrências.

A pesquisa acontece através de uma coleta de dados por meio de entrevistas com usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), e foi implantada pelo Ministério da Saúde em 2006. Aqui em Macapá o Viva é responsabilidade do Departamento Municipal de Vigilância Epidemiológica.

No Brasil violências e acidentes são a 3ª causa de morte entre crianças de 0 a 9 anos de idade e 1ª entre a população jovem e adulta de 10 a 39 anos de idade. Em Macapá a pesquisa acontece no Hospital de Emergência, onde os profissionais da Secretaria Municipal de Saúde irão entrevistar as vítimas para saber a natureza do acidente, local da ocorrência, que tipo de atendimento a vítima recebeu, as condições em que a violência ou o acidente ocorreu, entre outros itens do questionário, implantado simultaneamente em todas as capitais brasileiras até o dia 30 de setembro. Em Macapá a meta é chegar a duas mil entrevistas.

A pesquisa é importante porque com esses dados o Ministério da Saúde pode desenvolver políticas públicas voltadas para a demanda real de cada capital. Dados do Viva de 2011 mostram que em Macapá o primeiro lugar está com os casos de queda de crianças e idosos; em segundo lugar estão os acidentes de trânsito.

Segundo Alba Celina da Rocha, coordenadora do Inquérito 2014, “conhecer todas as circunstâncias dos acidentes e atos de violência é fundamental na elaboração de políticas públicas. Essas informações servem de base para o atendimento das vítimas de forma humanizada, promovendo a saúde e incentivando uma cultura de paz”.

Compartilhamentos