Compartilhamentos

No período de 09 à 16 de setembro, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou a Operação Temática de Combate ao Crime Ambiental, que resultou na apreensão de 14 armas de fogo e 324 munições de diferentes calibres. A operação ocorreu durante um estudo sobre as áreas mata do Amapá, Estado conhecido pela preservação de sua fauna e flora, mas também pela prática de crimes ambientais.

Armas e munição apreendidas pela PRF

Armas e munição apreendidas pela PRF

Além das apreensões de armas e munições, a PRF também encaminhou 28 pessoas a delegacia pela prática de crimes ambientais diversos. Foram encontrados animais silvestres abatidos, pescado sem cobertura de documentos fiscais; 4 m³ de carvão vegetal; 20 m³ de madeira serrada, sem DOF (Documento de Origem Florestal); um animal silvestre vivo; 19 equipamentos proibidos (zagaia, redes, tarrafas, motosserra, etc.).

A operação contou com Policiais Rodoviários de outros estados, além dos policiais locados no 4º Distrito Regional de Polícia Rodoviária Federal do Amapá. “O objetivo da operação é fazer um nivelamento de conhecimentos para o efetivo no combate a crimes ambientais através da troca de experiências entre os policiais”, explicou o diretor de comunicação da PRF, inspetor Paulo Afonso.

Compartilhamentos