Compartilhamentos

Pela terceira vez este ano pacientes que estão na fila de espera de cirurgias ortopédicas do Hospital de Emergência (HE) fecharam a Rua Hamilton Silva, em frente ao Hospital, na manhã deste sábado, 27. Eles pedem agilidade na realização das cirurgias. O protesto foi silencioso em respeito a lei de trânsito que impede som alto nas proximidades dos hospitais.

A demora nas cirurgias ortopédicas vem gerando uma fila que não para de crescer e virou até ação judicial do Ministério Público Federal. No início do ano o governo do Estado foi condenado a regularizar as cirurgias e organizar mutirões para reduzir a fila. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) culpa o número alto de acidentes de trânsito pelo crescimento da fila, mas também faltam médicos especialistas em trauma e até equipamentos mais simples como macas e cadeiras de roda.

A equipe de reportagem do SelesNafes.Com tentou contato com o diretor do HE, Regiclaudio Silva, mas nenhuma ligação foi retornada.

 

Compartilhamentos