Compartilhamentos

Na noite de domingo, 07, José Arcangelo Gomes Picanço, de 27 anos, foi preso em flagrante acusado de ter praticado ato de libidinoso com a enteada de 8 anos, em uma casa no Jardim Felicidade. A mãe da menina contou na delegacia que chegou em casa e viu quando o companheiro tocava nas partes íntimas da criança. Ao perceber a presença dela, José Arcângelo iniciou uma sessão de espancamento na família inteira.

Na confusão o filho mais novo da mulher, de 7 anos, também foi agredido quando tentou segurar o padrasto. Vizinhos que perceberam o quebra-quebra chamaram a polícia, que efetuou a prisão do infrator por violência doméstica. José Arcangelo foi entregue na Delegacia de Crimes Contra a Mulher (DCCM).

A delegada que atendeu o caso, Rosana Bastos, descobriu através do depoimento da mãe das crianças, que o garoto de 7 anos já havia relatado que o padrasto o tocava toda vez que chegava em casa bêbado. “A mãe das crianças relatou que precisava deixar os filhos com o padrasto para estudar e que por isso as crianças passavam muito tempo com o homem, que era desempregado e vivia de bicos. Mas ela não conseguiu explicar porque ainda estava com o companheiro, mesmo após as denúncias do filho menor”, disse a delegada.

O infrator foi encaminhado diretamente para o Iapen, já que foi preso em flagrante, onde aguarda posição da Justiça. Ele vai responder por três crimes: estupro de incapaz, violência doméstica e violência contra a mulher. Mãe e filhos foram encaminhados para o Hospital de Emergência (HE), mas já foram liberados sem ferimentos graves. 

Compartilhamentos