Compartilhamentos

O trânsito é a terceira maior causa de mortes violentas no Estado. O tema da Semana Nacional de Trânsito no Amapá este ano é “Cidade para as pessoas, proteção e prioridade aos pedestres”. O objetivo é fortalecer a consciência de todos no trânsito, principalmente o respeito à legislação. A programação se estende até o dia 25.

Este ano, no total, 68 pessoas perderam a vida no trânsito do Amapá, sendo que no mesmo período do ano passado foram registradas 82 vítimas fatais. Esses dados são do repórter policial João Bolero Neto. De outro lado, o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) aponta que 38 pedestres morreram nas ruas do Estado no ano passado. Desse total, 13 morreram no local do acidente. Mesmo com números expressivos, o BPtran comemora a redução de 15% de óbitos em comparação a 2012, quando 46 pedestres perderam a vida. Os dados deste ano, ainda não foram fechados.

Cerimônia de abertura da Semana Nacional do Trânsito

Cerimônia de abertura da Semana Nacional do Trânsito

O fato é que o trânsito precisa de uma atenção maior. Mais investimentos e consciência da população. A Semana Nacional do Trânsito no Amapá é resultado do trabalho conjunto do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AP) e Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac).”Conseguimos reduzir o número de acidentes com mortes em 20% e esperamos aumentar ainda mais esse percentual, por meio de ações como a Operação Lei Seca e atividades de conscientização para que as pessoas avaliem o próprio comportamento e contribuam com um trânsito mais seguro”, afirmou o secretário de Justiça e Segurança Pública do Amapá, Nixon Kennedy.

Secretário Nixon Kennedy aposta na mudança de comportamento dos motoristas

Secretário Nixon Kennedy aposta na mudança de comportamento dos motoristas

O projeto “Educar pra Transitar”, realizado nas escola ensina as crianças, de forma lúdica, como devem agir ao atravessar a rua e quais regras devem seguir no trânsito. As ações continuam durante a próxima semana e contam com a 1ª Corrida da Lei Seca no domingo, 21. A corrida tem saída marcada da Praça do Rio Branco, as 7 horas e comemora um ano da implantação da Lei Seca no Amapá.

 

Compartilhamentos