Compartilhamentos

Muitos eleitores chegaram cedo aos locais de votação neste domingo, 26, a maioria para aproveitar o restante do dia com a família e amigos, e também para escapar das longas filas que ocorreram no primeiro turno. A votação começou às 8 horas, horário local. O tempo médio de votação foi estimado em 15 segundos.

Joaquim Barbosa: passeio com a família

Joaquim Barbosa: passeio com a família

O eleitor deve escolher apenas dois candidatos, governador e presidente. Com medo das filas provocadas pela demora na votação do primeiro turno, teve gente que chegou às 6h30min da manhã.  “Eu vim cedo porque vou passear com a família em um terreno. Na minha seção a fila maior é pela manhã, então garanti meu lugar. Eu espero que o eleitor tenha respeito com a população e resolva com seriedade os problemas sociais”, disse o funcionário público aposentado Joaquim Barbosa, que votou na Escola Estadual Irineu da Gama Paes, no Bairro do Congós, Zona Sul de Macapá.

Tem eleitor que foi votar e já preparado para pegar a estrada com destinos mais próximos. “Eu cheguei às seis horas. Fui o segundo da minha seção. Minha família está me esperando no carro. Vamos comer um camarão no bafo lá na Fazendinha, depois e só diversão”, garantiu o professor Manoel Chagas, de 41 anos.

Teresa Cristina: votou rápido para pegar o açougue aberto

Teresa Cristina: votou rápido para pegar o açougue aberto

Outros eleitores estavam preocupados com o almoço de domingo em casa com a família. “Eu cheguei às setes horas, votei rapidinho. Tenho que correr pro açougue para garantir o churrasco para a família inteira. Tem muita boca pra comer”, brincou a gerente Teresa Cristina Magalhães.

Até às 9h30, nenhum incidente tinha sido registrado pelo TRE. Por enquanto não houve prisões, flagrantes ou substituições de urnas. Segundo o tribunal, 1.794 urnas eletrônicas estão disponíveis para o eleitor no Amapá, mas 312 ficarão de reserva para eventuais substituições.

Ao todo, 455.514 eleitores estão aptos a votar em 1.472 seções do Estado. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), os eleitores amapaenses representam 0,31% do eleitorado brasileiro. Em 2012, o Estado tinha 448.018 aptos a votar. O crescimento foi de 1,67%. 

Compartilhamentos