Compartilhamentos

Nesta sexta-feira, 17, a Unidade Básica de Saúde São Pedro, no Bairro Beirol, realizou uma ação baseada no Outubro Rosa, que visa despertar a sociedade para a importância dos exames preventivos de câncer. Os mais frequentes nas mulheres são o de mama e colo de útero.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), as campanhas para diagnosticar a doença estão acontecendo cada vez mais e as mulheres estão participando. “Nos últimos 12 meses conseguimos realizar cerca de 14 mil exames todos com os resultados finalizados. Desses, 84 apresentaram alterações”, contou a secretária de saúde, Silvana Vedovelli.

Secretária de Saúde de Macapá, Silvana Vedovelli

Secretária de Saúde de Macapá, Silvana Vedovelli

Um dos problemas encontrados pela Semsa é a falta de compromisso de algumas mulheres. Elas fazem os dois exames, mas muitas não retornam para buscar o resultado, mesmo quando há alterações. “Das 84 diagnosticadas, 65 não receberam o resultado. Isso é um perigo à saúde da mulher. As alterações podem indicar a presença do câncer no organismo”, concluiu Silvana.

Outro problema é com relação ao banco de dados. É que todos os dados de mulheres que passaram pelo exame em 2011, sumiram do bando de dados. Isso impede que medidas preventivas sejam colocadas em prática. Maria Gorete foi uma das mulheres que não recebeu o resultado do exame. “Eu fiz o exame há três anos mas o resultado não saiu. Soubemos pela imprensa que as lâminas haviam sido perdidas. Graça a Deus fiz novamente e deu negativo”, contou.

As ações continuam nas unidades básicas de saúde. Um destaque são as unidades do Santa Inês e Congós, que realizam os exames à noite para mulheres que trabalham o dia todo.

Compartilhamentos