Compartilhamentos

No próximo domingo, 02 de novembro, o Amapá passa a fazer parte dos estados que devem acrescentar o dígito 9 a frente de todos os números de celulares. A implantação que já aconteceu em São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, tem o objetivo de ampliar os recursos de numeração para o Serviço Móvel Pessoal.

Além do Amapá, o Amazonas, Maranhão, Pará e Roraima também passam a usar o digito 9. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) a mudança acontece por conta da quantidade de pessoas que hoje tem mais de um chip. Isso levou a um congestionamento e a falta de novas combinações válidas para a venda de outros chips.

Como o processo passa por uma adaptação, a partir de domingo algumas ligações sem o nono digito serão completadas sem problemas, mas com o tempo só serão completadas as ligações do novo sistema. A medida foi necessária porque juntando todos os cinco estados somam-se cerca de 21,5 milhões de celulares, uma densidade elevada de linhas por nomes de titulares.

O Amapá é portador de cerca de 950 mil linhas, para uma população de aproximadamente 750 mil pessoas, o que representa uma média 123 linhas para cada grupo de 100 pessoas. E apesar de estar abaixo das médias das grandes capitais, que têm cerca de 136 linhas por cada 100 habitantes, a alteração para o nono digito acontece no Amapá porque é uma mudança que será implantada em todo o Brasil pela Anatel até o final de 2016.

Segundo a Anatel até 31 de dezembro de 2015 a mudança alcançará os acessos móveis de Minas Gerais, Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí. A última fase, com conclusão prevista até 31 de dezembro de 2016, envolverá os Estados do Acre, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Goiás, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal.

Compartilhamentos