Compartilhamentos

 

O alerta da febre chikungunya no município de Oiapoque, a 590 quilômetros em Macapá, levou Governo do Estado, Prefeitura do Município, Ministério da Saúde, Exército e Defesa Civil a integrarem uma força tarefa para tentar barrar o aumento no número de casos da doença. De acordo com a Coordenadoria de Vigilância em Saúde (CVS) já são 13 casos da doença confirmados no município.

O Exército e a Defesa Civil estão ajudando no serviço de limpeza dos bairros com maiores focos do Aedes aegypti. “Estamos todos juntos nessa força tarefa, pois a doença chegou a um estágio alarmante. São 211 casos notificados esperando o resultado dos exames. Além da limpeza dos terrenos, o Ministério da Saúde enviou especialistas que estão formando agentes de combate em Oiapoque”, anunciou a Chefe da Divisão de Epidemiologia da CVS, Iracilda Costa.

Uma nova equipe do Ministério da Saúde chega ao Amapá nesta sexta-feira, 03, para ajudar na multiplicação de pessoas aptas para combater a doença no Estado. Em todo o Brasil já são mais de 50 casos confirmados. Além do Amapá com 15 casos, a cidade de Feira de Santana na Bahia já contabilizou 33 casos confirmados. Isso sem contar com os casos registrados em Roraima.

 

Compartilhamentos