Compartilhamentos

Debate/UFC

Proposta foi o que menos se ouviu no debate da Diário FM, e não por culpa da emissora, diga-se. Esta eleição, com certeza, é uma das mais acirradas da história política do Amapá. Notícias falsas nas redes sociais, acusações, agressões, quase de tudo já aconteceu nessa campanha. Até representantes da Coca-Cola tiveram que interferir na guerra de propaganda.

Guerra

Debate Rádio (1)

O momento registrado pela lente do jornalista Anderson Calandrini do lado de fora da Diário FM durante o debate entre os candidatos ao governo do Estado reflete bem o clima de guerra que tomou conta da campanha. A chapa deve esquentar ainda mais no debate da TV Amapá, marcado para esta quinta-feira, 23.

Recuperação

Quem pensava que Camilo Capiberibe (PSB) era carta fora do baralho se enganou. Apesar da distância gigantesca para Waldez Góes (PDT) em votos no primeiro turno, a distância vem diminuindo, só não se sabe se a tempo de virar o jogo no próximo domingo. Waldez tem votos consolidados, mas Camilo tem conseguido reduzir sua rejeição graças à estratégia da propaganda.

Contra-ataques

Waldez decidiu também partir para a briga quando é atacado, mas tem mantido a serenidade mesmo quando eleva o tom da discussão. Camilo tem o temperamento mais forte.

Ibope

Ah, o Ibope deve divulgar nova pesquisa na sexta-feira e sábado, 25. Advogados da coligação de Camilo Capiberibe já preparam ação para tentar barrar a divulgação.

Lembrador

O “Lembrador”, personagem criado pelo marketing de Camilo Capiberibe, visitou crianças uniformizadas em uma sala de aula de escola pública e teve a peça retirada por determinação judicial. Ação foi movida pela coligação a Força do Povo, de Waldez Góes.

Investigação na Assembleia

Presidente da Assembleia, Moisés Souza (PSC)

Presidente da Assembleia, Moisés Souza (PSC)

Não se sabe de que forma, mas a Assembleia decidiu que vai investigar supostos desvios de dinheiro da Amprev e antigo DNER no governo Camilo Capiberibe. Denúncia de um representante da Amprev já foi protocolada no Legislativo. Há quem avalie que essa representação, se é bem intencionada, poderia ter sido feita fora do período eleitoral ao invés de ocorrer justamente na reta final da campanha. O fato é que os deputados garantem que vão levar adiante a investigações inclusive do suposto vídeo de propina. “Se é o governador quem está lá, aual a origem desse dinheiro?”, questionou o presidente Moisés Souza (PSC).

Mais um que derrotou Sarney

Flávio Dino entre os senadores Randolfe e Davi

Flávio Dino entre os senadores Randolfe (PSOL) e Davi (DEM)

O governador eleito no Maranhão, Flávio Dino (PC do B), veio reforçar a campanha de Camilo a 4 dias das eleições. Flávio Dino derrotou o candidato de José Sarney (Lobão Filho), assim como Davi derrotou Gilvam. 

Compartilhamentos